Oportunidades em cursos de qualificação também beneficiam reeducandos de Petrolina

Entre as opções, realizadas numa parceria do Patronato Penitenciário com o Sest/Senat estão: Frentista, Gestão de Pessoas, Mototáxi, Assistente Administrativo e Motorista de Coletivo.

Assim como na Região Metropolitana do Recife, os reeeducandos que deixam a unidade prisional para continuar cumprindo pena no regime aberto ou livramento condicional em Petrolina, têm a oportunidade de se qualificarem para voltar ao mercado de trabalho e com isso diminuir o índice reincidência criminal.

O governo de Pernambuco, através da Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (SJDH) e do Patronato Penitenciário mantém convênio com o Sest/Senat, que este ano já disponibilizou cortesias em cursos de: Frentista, Gestão de Pessoas, Mototáxi, Assistente Administrativo e Motorista de Coletivo. As aulas são ministradas no Sest/Senat, que fica na Rua Victor de Souza Leão, nº 10. Bairro Km 2. Petrolina.

Os cursos têm como objetivo, de acordo com o Patronato Penitenciário, de oferecer qualificação para esse público, preparando-os para o retorno ao mercado de trabalho e conseqüentemente contribuindo para a diminuição da reincidência criminal.

O Patronato Penitenciário de Petrolina atende atualmente a 699 reeducandos do regime aberto e livramento condicional. A eles são oferecidos, além de cursos de qualificação, vagas de emprego na prefeitura do município, onde trabalham 25 reeducandos nas áreas de varrição e limpeza.

 

FOTO: Divulgação

Imprensa Secretaria de Justiça e Direitos Humanos

Leia Mais



Governador participa do primeiro mutirão do Ações de Cidadania, iniciativa do programa Governo Presente

Um dia após o lançamento da edição 2018 do Governo Presente, o governador Paulo Câmara participa, neste sábado (24.02), às 9h, na Escola de Referência em Ensino Médio (EREM) Senador Aderbal Jurema, no bairro do Curado IV, no município de Jaboatão dos Guararapes, do primeiro mutirão do Ações de Cidadania, iniciativa que integra o programa. Na ocasião, serão oferecidos serviços gratuitos à população, no horário das 08h às 12h. São eles: emissão da carteira de identidade, CPF e a segunda via das certidões de nascimentos e casamento, serviços de saúdes, como testes de DST, AIDs, mamografia, glicemia, aferição de pressão e outros.
9h – Mutirão do Ações de Cidadania – iniciativa do Governo Presente
Local: Escola de Referência em Ensino Médio (EREM) Senador Aderbal Jurema – Rua Quatro – Curado IV, Jaboatão dos Guararapes – PE


Gilberto Prazeres
Gerente de Relações com a Imprensa
imprensa.pe@imprensa.pe.gov.br
flickr.com/governodepernambuco_/albums 

Leia Mais



Relatório de Gestão da Prefeitura do Recife do último quadrimestre de 2017 é apresentado aos vereadores

O secretário de Finanças, Ricardo Dantas, destacou que o município mais uma vez cumpre metas fiscais

A Prefeitura do Recife apresentou os números que encerram o ano fiscal de 2017 em audiência pública na Câmara Municipal do Recife.  O secretário de Finanças do Recife, Ricardo Dantas, foi à casa legislativa, nesta sexta-feira (23), para apresentar o Relatório de Gestão do município referente ao último quadrimestre de 2017, em Audiência Pública. A Prefeitura fechou mais um ano cumprindo as metas fiscais estabelecidas pela Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), superando o investimento mínimo constitucional para Saúde e Educação, tendo registrado o maior investimento em Saúde da sua história, em relação à Receita Líquida de Impostos(RLI). Os respectivos presidente e vice- presidente da Comissão de Finanças e Orçamento da Câmara, Eriberto Rafael, e Rinaldo Júnior, acompanharam a explanação do secretário.

Ricardo Dantas destacou que 2017 foi marcado como o terceiro ano de crise consecutiva, onde representantes da maioria dos municípios foram ao Governo Federal pleitear ajuda para fechar as contas, mas, sem sucesso, encerraram o ano no vermelho. Para o secretário, diferentemente desses municípios, o Recife conseguiu fazer seu dever de casa, graças ao trabalho do prefeito Geraldo Julio, que capitaneou as ações garantindo o equilíbrio fiscal do município.

O secretário ressaltou ainda que um dos pilares deste trabalho foi a manutenção do equilíbrio fiscal e para isso é preciso trabalhar no incremento da receita e na redução das despesas de forma contínua. A gestão, ao longo de 2017, honrou o pagamento dos servidores dentro do mês trabalhado, pagou o décimo terceiro salário, antes do Natal, além de pagamento regular dos fornecedores.

Apesar de os indicadores negativos da economia, que impactaram na arrecadação do município, a gestão superou os limites constitucionais mínimos de investimentos públicos, que são de 25% em educação e de  15% em saúde,  tendo aplicado, no ano passado, 26,70% em educação e realizado o maior investimento em saúde,  alcançando a marca de 19,54% da RLI.

O município apresentou, em 2017, um superávit orçamentário de R$ 214,3 milhões e um resultado primário de R$ 217,1 milhões.

FOTO: Irandi Souza/PCR

Mabel Maria

Assessora de Comunicação

Secretaria de Finanças da Prefeitura do Recife

Controladoria Geral do Município

 

Otávio Batista

Gerente Geral de Relações com a Imprensa

E-mail: imprensa@recife.pe.gov.br

Flickr: www.flickr.com/prefeituradorecife

Carlos Eduardo Santos

Chefe do Gabinete de Imprensa

E-mail: imprensa@recife.pe.gov.br

Leia Mais





FGV DAPP: A semana nas Redes – Segurança Pública, Michel Temer e Reforma da Previdência

O debate sobre segurança alcança 2,3 milhões de menções impulsionado por intervenção federal no Rio, mostra DAPP Report

Edição da semana do “DAPP Report – A Semana em Dados”, publicada nesta sexta-feira (23/02), mostra que debate sobre segurança pública mobilizou 2,3 milhões de menções no Twitter em sete dias. Desse total, cerca de 40% (910 mil) das publicações, estiveram relacionadas à intervenção federal do Rio e as discussões dela decorrentes na economia e na política. A assinatura do decreto de intervenção provocou 463,4 mil menções apenas no dia 16 de fevereiro, o segundo maior volume diário sobre segurança já registrado pela FGV DAPP.

Segurança é o tema de políticas públicas de maior volume de menções dentre os coletados pela Diretoria em redes sociais — com a regular exceção das semanas e meses em que a corrupção ocupa o primeiro lugar. Mas, desde o Carnaval, o tópico adquiriu proporções ainda mais elevadas dentro do debate público no Brasil. O decreto engajou todos os principais grupos e atores políticos da web, de dentro e de fora do Rio, interferindo diretamente na conjuntura política.

O presidente Michel Temer é citado em 102,2 mil publicações (5%), quase o dobro da associação a Jair Bolsonaro (57 mil), principal ator eleitoral regularmente ligado à temática de segurança. Também impulsionadas por discussões levantadas devido à intervenção, foram expressivas as menções às Forças Armadas (724 mil postagens), à questão prisional (151,9 mil) e ao Estatuto do Desarmamento (54 mil).

A Reforma da Previdência se manteve no centro das discussões econômicas da semana, atingindo seu recorde com 37 mil menções no dia 19 de fevereiro. O fato está intimamente relacionado à intervenção federal no estado do Rio de Janeiro, responsável pela suspensão da tramitação da medida.

O maior grupo participando do debate de segurança da última semana foi o rosa, correspondendo a quase 30% dos perfis participando do debate. O grupo não fala majoritariamente sobre o tema de segurança pela perspectiva política do Brasil, e sim conta casos pontuais relacionados a insegurança. O segundo maior grupo (amarelo), se coloca a favor da intervenção, e representa cerca de 20% do debate. Os participantes do grupo enfatizam a noção de que “quem não deve não teme” e dão a entender que basta obedecer ao pedido dos militares de mostrar identificação para que a intervenção ocorra sem causalidades.

O terceiro maior cluster do grafo é o vermelho (pouco mais de 16% dos perfis participando do debate), que critica duramente a intervenção federal . O principal tuíte do grupo é de Gregório Duvivier, no qual diz que o uso das Forças Armadas serve para desviar a atenção da derrota da Reforma da Previdência. O grupo em verde se coloca a favor da intervenção federal, correspondendo a cerca de 15,5% dos perfis debatendo o assunto. Conta com a presença de presidenciáveis como Michel Temer, Jair Bolsonaro, Henrique Meirelles, Marina Silva, Geraldo Alckmin e João Amoedo.

Por fim, o grupo azul aparece representando cerca de 6,5% dos perfis engajados no debate e conta com a presença do presidente da Câmara dos Deputados Rodrigo Maia, além de alguns veículos da imprensa como @g1 e @JornalOGlobo. Os perfis do grupo compartilham muitas notícias, enquanto outros tuítes mostram apoio explícito à intervenção. Vale ressaltar que todos os grupos descritos também falam do recente ataque de Nikolas Cruz a uma escola americana na Flórida, duvidando que o armamento funcionaria no Brasil.

>> Confira íntegra do estudo em PDF

Informações à imprensa:


Insight Comunicação

No Rio – (21) 2509-5399

Alessandra Bizoni alessandra.bizoni@insightnet.com.br

Rafael Massadar rafael.massadar@insightnet.com.br

Rodrigo Miguez rodrigo.miguez@insightnet.com.br

Janaína Salles janaina.salles@insightnet.com.br

Marília Ferreira marilia.ferreira@insightnet.com.br

Vania Santos vania.santos@insightnet.com.br

 

Leia Mais