Bancada pernambucana faltou 874 vezes entre 2015 e 2018 no Congresso

O estudo desenvolvido pela ONG Ranking dos Políticos aponta também que todos os parlamentares de PE gastaram R$ 36.238.004,46 com verbas indenizatórias no período
Levantamento exclusivo realizado pela ONG Ranking dos Políticos, que atua na fiscalização da gestão dos parlamentares brasileiros, aponta que os deputados e senadores de Pernambuco, somados, não estiveram presentes em 874 sessões plenárias do Congresso entre 2015 e 2018. Do total de faltas, 340 delas não foram justificadas. O mais ausente foi o deputado Adalberto Cavalcanti (Avante), que faltou 105 vezes de 395 sessões. Por outro lado, o menos faltoso foi o deputado Mendonça Filho (MDB), que teve apenas cinco ausências enquanto exercia o cargo. Apesar disso, ele está mal avaliado no ranking nacional, aparecendo apenas na 348ª posição.

O Ranking dos Políticos também mostra que os congressistas pernambucanos gastaram R$ 36.238.004,46 entre cotas e verbas indenizatórias até o presente momento do mandato. Somente com combustível e lubrificantes, os deputados e senadores do estado gastaram R$ 3.023.633,20. Ao todo, os parlamentares brasileiros nas duas casas gastaram cerca de R$ 60 milhões com esse tipo de despesa no período.

Já no âmbito geral – de acordo com as avaliações do Ranking dos Políticos – Pernambuco conta com Jarbas Vasconcelos (MDB), Daniel Coelho (PPS) e Fernando Bezerra Coelho (MDB) entre os 100 melhores do País. Além disso, há oito posicionados entre 101º e 300º, além de 17 ocupando entre a 301º a 594º colocação. O último do ranking no estado é a deputada Luciana Santos (PCdoB), que aparece na 577ª posição. O mapa completo do estado pode ser conferido no linkhttp://www.politicos.org.br/.

Sobre o Ranking dos Políticos:
Ranking dos Políticos atua na classificação e compliance do setor público por meio de ferramentas tecnológicas compiladas pelo Portal da Transparência e informações públicas de parlamentares brasileiros. Os critérios utilizados pelo Ranking são absolutamente técnicos, levando em conta fatores como assiduidade, gastos da cota parlamentar, processos judiciais e atuação legislativa. Todas as informações publicadas no Ranking são públicas, disponíveis nos sites oficiais do Senado e da Câmara dos Deputados e dos Tribunais de Justiça.

PiaR COMUNICAÇÃO | ASSESSORIA DE IMPRENSA
www.piarcomunicacao.com.br

Leia Mais



CANTORES SERTANEJOS X MÚSICAS SERTANEJAS

De Cláudio de Melo Silva – Olinda/PE

Quem assiste as apresentações dos calouros dos programas Raul Gil do SBT, The Voice Brasil da Rede Globo e Canta Comigo da Rede Record constata o enorme abismo que existe entre o talento deles, a qualidade das músicas defendidas por eles, e o trabalho musical duvidoso de alguns cantores ditos profissionais. E quando se trata daqueles que o povo e a mídia já denominaram de sertanejos, é um “Deus nos acuda!”.

Antigamente, o que se entendia por música sertaneja era aquela que versava sobre as coisas do campo e da natureza de um modo geral. Hoje a música desses cantores “sertanejos” só se refere à popularmente conhecida “Dor de corno”. E o mais angustiante da questão é que todos eles possuem um mesmo timbre de voz: rouca, comprimida e com uma dicção horrível, além de cantar aos berros.

No Programa do Ratinho existe uma brincadeira chamada: “Heim?”, quando as mulheres que estão no auditório são chamadas ao palco para adivinhar qual é a palavra que algum cantor “sertanejo” mostrado num vídeo está proferindo, numa das estrofes de suas músicas. Quase ninguém acerta. Deveriam acertar, pois são justamente essas fãs que fazem os “sertanejos” subirem ao estrelato.

Uma das cantoras que podemos definir como autenticamente sertaneja e que pode servir de um bom exemplo para os que assim se autodenominam é a compositora, atriz e instrumentista Paula Fernandes. Entre as músicas que ela gravou falando sobre as riquezas da natureza, há uma chamada “Sweet Water”, de autoria do violinista, tecladista e compositor brasileiro Marcus Viana, na qual podemos constatar a sua boa dicção até na interpretação para a música estrangeira. Nessa inspiradora melodia o autor faz uma merecida homenagem àquela que é a responsável por toda a vida aqui na terra: A ÁGUA, a qual também está destruindo o planeta em resposta a ação predatória do homem contra a natureza. O clipe musical abaixo o deixará maravilhado com as deslumbrantes paisagens que ficarão mais bem visualizadas numa tela maior do computador. Eis a tradução da música: SWEET WATER (Água Doce):Doce água / água da nascente / tão limpa, tão pura / Onde todos os meus sonhos começam / Doce água / água escura do rio / leve embora minhas tristezas / minha alma se entrega / Doce água / água, cachoeira / Deixe-me entrar no seu salão de luz / Doce água / água do lago / tão quieta / tão profunda / Há uma senhora lá para você conhecer / Doce água / água da chuva / Carregue para longe os maus pensamentos / e perca-se / torna-me são / Doce água / água do deserto / Eu te encontrarei bem escondida / E bebo de você para sempre / Doce água / água do mar / Golfinhos, baleias e sereias / Cantando sua música para mim”.
https://www.youtube.com/watch?v=sAkTGEfUVxk

 

De Lucineide Melo – E a música “VAGA-LUMES” que segue após esta citada por você (SWEET WATER) é de um encanto fora do comum. Vendo a letra dela e as imagens do clipe, parece que estamos em outro mundo. Como você escreveu um dia desses, a qualidade das músicas que a criança ou o adolescente escuta, interfere sim em seu comportamento. Os pais deveriam adotar mais este item na educação dos seus filhos.

Leia Mais



SINPOL PARABENIZA POLICIAIS CIVIS DA TURMA DE 2008 PELOS 10 ANOS DE INSTITUIÇÃO

Nesta terça-feira (18) completam-se 10 anos da posse da turma de 2008 da Polícia Civil de Pernambuco. Exatamente há uma década, neste mesmo dia 18 de setembro, mais de dois mil Policiais ingressaram na instituição.

Esta foi a maior turma a entrar na Polícia Civil de Pernambuco até hoje e SINPOL-PE parabeniza todos os companheiros pela data.

Esperamos que não tenhamos que aguardar mais 10 anos para que o efetivo da Polícia Civil de Pernambuco ganhe um novo reforço expressivo. A política de recompletamento de quadro e de concursos públicos sistemáticos precisa ser fixa de qualquer governo que venha a assumir o Estado.

 

Sinpol – Sindicato dos Policiais Civis de Pernambuco

Leia Mais



Semana de Trânsito tem vasta programação em Olinda

As atividades se estendem até o próximo dia 25

 Entre os dias 18 e 25 de setembro Olinda é palco da Semana de Trânsito. O evento é organizado pela gestão municipal, através da Secretaria de Transportes e Trânsito e conta com ações diversificadas. A abertura das celebrações acontece nesta quarta-feira (19), às 9h, no Mercado Eufrásio Barbosa, bairro do Varadouro. Na ocasião haverá uma palestra sobre Educação para o Trânsito, ministrada pela presidente do Conselho Estadual de Trânsito (CETRAN) em Pernambuco, Simiramis Queiroz.

Durante a semana haverá ainda emissão de cartão de estacionamento para idosos e pessoas com dificuldade de locomoção em pontos descentralizados, ações educativas para crianças, um passeio ciclístico, além de uma blitz educativa como encerramento.

PROGRAMAÇÃO

– Terça-feira (18), às 8h: Confecção dos cartões do idoso e deficiente nos bancos Itaú e Caixa Econômica Federal, na Avenida Pres. Getúlio Vargas, Bairro Novo;

– Quarta-feira (19), às 9h: Abertura da Semana de Trânsito em Olinda no Mercado Eufrásio Barbosa, com palestra sobre Educação para o Trânsito;

– Quinta-feira (20), das 9h às 18h: Feira do DETRAN, no Centro de Convenções, bairro de Salgadinho, em Olinda;

– Sexta-feira (21), das 9h às 13h: Confecção do cartão do idoso e do deficiente no Shopping Patteo Olinda;

– Sábado (22), das 9h às 21h: Ação educativa para as crianças no circuito de bicicletas, instalado no Shopping Patteo Olinda;

– Domingo (23), às 7h: VI Passeio Ciclístico na orla de Olinda;

– Terça-feira (25), às 8h: Encerramento da semana com blitz educativa.

 

Foto: Acervo PMO/Divulgação

Comunicação Olinda

Leia Mais



Sesc realiza primeira edição da Semana de Música e Dança Árabe

As quatro bibliotecas, na Região Metropolitana ,recebem a iniciativa de 24 a 28 de setembro. O acesso é gratuito

 

Os costumes musicais, as danças e os instrumentos da cultura árabe, que unem países como a Síria, o Líbano, o Irã e o Egito, serão tema de quatro encontros na Região Metropolitana do Recife da próxima segunda-feira (24) até o dia 28 de setembro. O Sesc vai realizar a primeira edição do projeto “Semana de Música e Dança Árabe”, com acesso gratuito, nas bibliotecas da rede nas Unidades de Santo Amaro, Casa Amarela, Piedade e Santa Rita. É preciso ter acima de 16 anos para participar.

 

Palestra, debate, demonstrações dos ritmos com instrumentos típicos e apresentação de dança do ventre integram a programação. Outras danças como a da bengala, dabke, khaliji e véus, também serão apresentadas. A primeira biblioteca a receber a iniciativa é a Gilberto Freyre, no Sesc Santo Amaro, na segunda-feira (24/9). Em seguida, a iniciativa passa pela José Mindlin, em Piedade (25/9), a Marcus Accioly, que fica em Casa Amarela (27/9) e a Francisco Meirelles, na unidade de Santa Rita (28/9), sempre das 19h às 20h30.

 

Participa da Semana de Música e Dança Árabe a bailarina Simone Shahyd. A mediação da palestra será comandada pela bibliotecária Renata Ramos e pela contadora de histórias Deuzuwilma Galvão. “A civilização árabe é uma das mais antigas do mundo e apresenta uma grande miscigenação de raças. Essa grande mistura é constatada, hoje, através dos costumes e aspectos culturais, que reflete particularmente nas danças”, explica a bibliotecária Renata Ramos.

 

A dançarina Simone Shahyd é graduada em Arte/Educação com habilitação em Artes Cênicas pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Começou os estudos em dança com jazz, e anos depois, iniciou nas danças folclóricas no Nordeste. Já se apresentou em eventos no Brasil e em Paris.

 

Sesc – O Serviço Social do Comércio (Sesc) foi criado em 1946. Em Pernambuco, iniciou suas atividades em 1947. Oferece para os funcionários do comércio de bens, serviços e turismo, bem como para o público geral, a preços módicos ou gratuitamente, atividades nas áreas de educação, saúde, cultura, recreação, esporte, turismo e assistência social. Atualmente, existem 19 unidades do Sesc do Litoral ao Sertão do estado, incluindo dois hotéis, em Garanhuns e Triunfo. Essas unidades dispõem de escolas, equipamentos culturais (como teatros e galerias de arte), restaurantes, academias, quadras poliesportivas, campos de futebol, entre outros espaços e projetos. Para conhecer cada unidade, os projetos ou acessar a programação do mês do Sesc em Pernambuco, basta acessar www.sescpe.org.br.

 

 

Serviço:

Semana de Música e Dança Árabe

24/09 – Biblioteca Gilberto Freyre – Sesc Santo Amaro

25/09 – Biblioteca José Mindlin – Sesc Piedade

27/09 – Biblioteca Marcus Accioly – Sesc Casa Amarela

28/09 – Biblioteca Francisco Meirelles – Sesc Santa Rita

Horário: 19h às 20h30

Acesso gratuito

 

Dupla Comunicação

Leia Mais