Untitled

O evento da entrega dos certificados foi realizado, ontem (8) e contou com a participação de representantes de treze comunidades e três municípios

A entrega dos trinta e nove certificados pela Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (SJDH), para os novos mediadores e mediadoras que fizeram parte da 3ª turma, de 2019, do curso em Direitos Humanos e Mediação Comunitária de Conflitos, é uma das missões do Governo de Pernambuco em promover a cultura de paz e a redução dos conflitos nas comunidades. Os mediadores atuarão como facilitadores do diálogo no Recife, na Região Metropolitana e no interior do Estado, de forma voluntária.

Atuante na comunidade de Campina do Barreto a pedagoga, Maria de Fátima, 49 anos, revela que a formação abriu os seus olhos para outras questões. “Achei muito bom o curso, as técnicas que ofereceram nos levaram a fazer uma reflexão sobre o nosso estado na comunidade, pude ver outros posicionamentos que antes eu tomava, atitudes que não era para eu tomar. Acredito que agora estou pronta para ajudar o meu outro lado, que está lá na comunidade”, revela.

Em seu discurso, o secretário-executivo de Direitos Humanos, Diego Barbosa, agradeceu a participação dos cursistas. “Agradecemos a confiança que vocês depositaram no Governo do Estado, na Secretaria de Justiça e no Programa de Mediação de Conflitos, e esperamos que exerçam suas funções sempre atentos às responsabilidades como Mediadores Comunitários de Conflitos, que fazem a diferença na vida das pessoas e das próprias comunidades, como facilitadores do diálogo para resolução de conflito e, por consequência, no enfrentamento à violência e construção da cultura de paz”, expôs.

A 3ª formação contemplou comunidades e municípios de Abreu e Lima, Ibura, Coqueiral, Engenho do Meio, Campina do Barreto, Água Fria, Porto da Madeira, Campo Grande, Dois Unidos, Passarinho, Santo Amaro, Desterro, Ipsep, San Martin, Igarassu e Toritama. Só neste ano a Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (SJDH), por meio do Programa de Mediação de Conflitos realizou 3 formações em Direitos Humanos e Mediação Comunitária de Conflitos, o que totaliza cento nove mediadores e mediadoras formados.

Imprensa SEDH

Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Current ye@r *