AS DECISÕES DE BOLSONARO

De Cláudio de Melo Silva – Olinda/PE

Muita gente acha que algumas medidas tomadas pelo nosso presidente Jair Bolsonaro são impraticáveis e radicais. Analisando friamente a maioria das decisões dele, veremos que são cobertas de lógica. Por exemplo, retirar as lombadas eletrônicas federais das BRs e não haver mais multas para quem transportar crianças nos veículos sem as cadeirinhas. Ora, dirigir numa velocidade segura e condizente com as condições das vias de tráfego, além de zelar pela segurança das crianças que se encontram dentro dos veículos, já são práticas comuns dos motoristas conscientes. Já pensou se tudo aquilo que o ser humano tivesse de fazer para assegurar a sua integridade física e a dos seus entes queridos fosse obrigado por força de lei? Como titulou o Jornal do Commercio, a uma carta minha publicada na coluna “Voz do Leitor”, dia 10/06, falando sobre este assunto: “CADA UM SABE O QUE É MELHOR PARA SI”. No trânsito não existe MAIS OU MENOS, ou você está seguro ou não está, depende só de você.

Sobre o anúncio da vontade do nosso presidente em querer unificar a nossa moeda com a da Argentina, que se encontra muito desvalorizada perante o dólar, isso não me “cheira bem”. Até uma criança sabe que se ela se juntar a um amiguinho mais pobre que ela, não terá a mesma qualidade de diversão que teria se tivesse a amizade de um coleguinha com uma situação social melhor. Como eu disse em outra carta dirigida ao aludido jornal, essa vontade do Bolsonaro, apoiada pelo Ministro da Economia, lembra aquele ditado popular: “TRABALHAR PARA POBRE É PEDIR ESMOLA PRA DOIS”. Se esse plano não der certo, no futuro poderemos estar clamando a Deus a mesma coisa que diz na letra da música “TENHA PENA DE MIM”, composição de Ciro de Souza e Babaú, cujo registro é descrito num curto relato feito por Chico Buarque que fala da alegria melódica do samba antigo, mesmo relatando problemas sociais. A interpretação é da cantora TIA ZÉLIA, acompanhada da Velha Guarda da Mangueira. Veja o clipe musical, clicando no link abaixo:

https://www.youtube.com/watch?v=ppiuQM5XnTU

Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Current ye@r *