Em Olinda, Secretaria de Saúde realiza mutirão para erradicação do Aedes aegypti

A Secretaria de Saúde de Olinda realiza mutirões por toda cidade para erradicar possíveis focos do mosquito Aedes aegypti, transmissor da Dengue, Zika e Chikungunya. Nesta sexta-feira (16.08), a localidade beneficiada foi a do Monte. Moradores e comerciantes foram visitados pelos agentes de endemias, que explicaram cuidados que todos precisam ter. Um pedido é sempre reforçado: que as pessoas recebam as equipes e cuidem todos os dias para eliminar possíveis criadouros.

Cada um precisa ser responsável. Como ressaltou a diretora de Vigilância em Saúde, Aline Leite. “Não é preciso esperar a nossa chegada. Basta olhar em todos os lugares da casa, como água acumulada no jardim; pode ser em uma tampa de garrafa. O mosquito só quer um detalhe”, explicou. Cuidados dentro da residência e que são poucos observados são as bandejas que ficam por trás das geladeiras frost free e dos bebedouros.

A pensionista Luzinete Francisca dos santos, mora há 49 anos na localidade e elogiou o trabalho. Eles passam aqui em casa e não encontram nada de errado, sigo todas as dicas. É a minha saúde, da minha família e das pessoas que moram aqui. Precisamos cuidar”, afirmou.

Leia Mais

Um exemplo a ser seguido: estúdio de tatuagem em Olinda é o primeiro licenciado pela Vigilância Sanitária

Agulhas e tintas autorizadas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária, descarte correto do lixo, temperatura ambiente recomendada, profissionais com cursos e certificados de várias especialidades. Esses e outros pontos foram fundamentais para que a Casa da Tatuagem, na II Etapa de Rio Doce, fosse o primeiro estúdio de tatuagem licenciado para funcionar em Olinda. A autorização, que é fundamental para a regularização dos estabelecimentos do ramo e pontos comerciais, foi oficializada pela Secretaria Municipal de Saúde. A documentação, inclusive, favorece os proprietários para o cadastro como microempresário nos órgãos responsáveis.

O casal Karine Andrade e Pedro Veras criou o ambiente há sete anos, na Rua das Tulipas, número 3. Eles foram montando aos poucos o espaço, sem o apoio familiar “falavam que era uma loucura nossa, hoje os mesmos falam que fizemos a escolha correta”, relembra Pedro. Mas o trabalho bem feito, com tudo autorizado e registrado, e efetuado com amor trouxe a recompensa.

“É um motivo de orgulho ser a primeira com a licença, acreditamos que o maior retorno que vamos conseguir é o aumento do público. Por outro lado, lamento que somos os únicos. Espero que possamos ser o primeiro de muitos, um exemplo a ser seguido. Para nós é gratificante, para os clientes é garantia de segurança”, acrescenta Pedro.

Mesmo com um grande número de estúdios na cidade, a procura espontânea para regularização ainda é bem pequena por parte dos proprietários de pontos de tatuagem. A equipe da Secretaria de Saúde faz um acompanhamento junto aos tatuadores, onde auxilia nas medidas que devem ser tomadas para essa legalização, com o intuito de resguardar tanto a saúde do cliente, quanto dos profissionais.

“Fizemos inspeção no ambiente, as capacitações dos profissionais também são importantes, Feitas as análises, emitimos a licença sanitária. Aqui destaco a esterilização, olhamos isso com o maior rigor. A parede lavável, higiene. O compromisso deste estabelecimento nos deixa muito felizes. Agora, convocamos os profissionais a se regularizarem. Vamos orientar, dar informações necessárias do ponto de vista do empreendedor e do cliente”, explicou o gerente do Departamento de Vigilância Sanitária de Olinda, Carlos Cazumbá.  

Para regularizar os estabelecimentos, os interessados devem se dirigir à Vigilância Sanitária da cidade, que fica na Av. Ministro Marcos Freire, 1473, Bairro Novo. O telefone para contato é 3431-3053, e funciona das 8h às 16h.

“Procuramos a Vigilância Sanitária e estamos com a consciência tranquila. Começamos do nada. É complicado, as pessoas às vezes não têm noção de como é delicado trabalhar com tatuagem, são detalhes minuciosos. Fiz cursos de desenho, tatoo, piercing, sobre padronização do ambiente, entre outros. Ficamos surpresos em sermos os primeiros, achava que era comum. Tatuagem é uma arte, bonita, mas é coisa muito séria”, comemorou Karine. 

Fotos: Sandy James/ Prefeitura de Olinda

Leia Mais

Paulo Câmara lança programa “Olhar para as Diferenças”, que beneficiará crianças com deficiência no Sertão do Estado

Iniciativa foi anunciada em Arcoverde e será implementada inicialmente em 13 cidades da região. Governador também vistoriou obras viárias em Sertânia

ARCOVERDE E SERTÂNIA – Garantir os direitos das crianças com deficiência de 0 a 6 anos no Estado. Esse é o objetivo fundamental do Programa “Olhar para as Diferenças”, lançado nesta quinta-feira (15.08), em Arcoverde – Sertão do Moxotó – pelo governador Paulo Câmara, e coordenado pela primeira-dama Ana Luiza Câmara. A iniciativa será implementada inicialmente em 13 municípios, fruto do compromisso do Governo de Pernambuco com o Marco Legal da Primeira Infância, para assegurar que essa parcela da população seja contemplada com serviços de assistência social, saúde e educação, áreas essenciais ao desenvolvimento infantil.

Recebido com a apresentação “Forró dos Cadeirantes”, feita por alunos usuários de cadeiras de rodas da Escola Estadual Monsenhor José Kehrle, Paulo Câmara destacou que o Governo de Pernambuco dará a essas crianças o afeto e os instrumentos necessários ao desenvolvimento, e se comprometeu a lutar para ampliar o programa a todos os municípios do Estado.

“O Programa Olhar para as Diferenças é mais um desafio que estamos lançando. Que possamos acreditar, mesmo com tantas dificuldades e adversidades, na construção de políticas públicas planejadas. Queremos um Pernambuco de oportunidades para todos, por isso, estamos direcionando esse olhar. Queremos chegar nas camadas mais vulneráveis da população, porque enxergamos a necessidade de, cada vez mais, termos um olhar para as diferenças, como o próprio do programa nome diz”, afirmou o governador.

De acordo com Paulo Câmara, a intenção é a de que crianças que nasçam com algum tipo de deficiência tenham segurança de o Estado proverá instrumentos efetivos para que possam se desenvolver em uma fase tão importante como é a Primeira Infância. “Vamos cuidar dessas crianças e fazer com que elas sejam felizes morando no nosso Estado. Vamos trabalhar para que elas se tornem jovens e adultos em um Pernambuco mais justo e unido”, completou o governador.

O “Olhar para as Diferenças” contará com a participação das secretarias estaduais de Desenvolvimento Social, de Educação e de Saúde, além de promover parcerias com entidades não-governamentais e com as prefeituras dos municípios. O caráter intersetorial do programa tem como objetivo certificar a permanência, a participação e a aprendizagem durante todo o processo de orientação às famílias sobre os cuidados e encaminhamentos necessários.

O secretário de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude, Sileno Guedes, frisou o empenho do governador Paulo Câmara e da primeira-dama Ana Luiza em consolidar o programa. “Foi por meio do governador, de doutora Ana Luiza e de tanta gente que conseguimos realizar o ‘Olhar para as Diferenças’. Temos necessidade de um programa com um alcance como esse, que tem braços fortes na saúde, na educação e na assistência social”, explicou Sileno.

Para auxiliar nas atividades propostas, foram elaboradas cartilhas sobre Deficiência na Primeira Infância e sobre a Síndrome Congênita da Zika Vírus. Além disso, o Governo do Estado disponibilizará 100 kits de desenvolvimento infantil, composto por jogos e materiais pedagógicos, e 13 veículos adaptados para garantir o transporte dos usuários. Uma equipe de 174 profissionais municipais foi capacitada para consolidar as ações do novo programa nas cidades.

O “Olhar para as diferenças” será iniciado nas 13 cidades que compõem a sexta Gerência Regional de Saúde (Geres): Arcoverde, Buíque, Custódia, Ibimirim, Inajá, Jatobá, Manari, Pedra, Petrolândia, Sertânia, Tacaratu, Tupanatinga e Venturosa. A escolha dos municípios se deu através de um mapeamento territorial que identificou cerca de 450 crianças com deficiência na fase da Primeira Infância morando na região.

INFRAESTRUTURA – Ainda no Sertão do Moxotó, Paulo Câmara esteve também em Sertânia, onde vistoriou as obras de recuperação da PE-265 no distrito de Pernambuquinho, no trecho que liga o município à divisa com a cidade de Monteiro, na Paraíba. O governador assinou a autorização para o processo licitatório das obras de restauração da mesma rodovia no trecho que liga a BR-232 à entrada de Sertânia. As ações fazem parte do Programa Caminhos de Pernambuco, que prevê a reestruturação da malha viária estadual até dezembro de 2022. O investimento será da ordem de R$ 3 milhões.

Fotos: Hélia Scheppa/SEI

Leia Mais

GABINETE DE IMPRENSA Vila Burity é a 13ª comunidade a receber o programa Mais Vida nos Morros

O prefeito Geraldo Julio celebrou com os moradores nesta quinta (16) o resultado do programa  que transformou o local com cores e sustentabilidade

Mais uma localidade de morro do Recife foi transformada com cor, criatividade e muita adesão popular. Na tarde desta quinta-feira (15), a Vila Burity, no bairro da Macaxeira, comemorou o resultado do programa programa Mais Vida nos Morros, da Prefeitura do Recife, realizado por meio da Secretaria Executiva de Inovação Urbana, com o apoio das Tintas Coral, que transformou todo o entorno da comunidade. O prefeito Geraldo Julio esteve no local que já é o 13º a receber o programa, beneficiando cerca de 15 mil pessoas.

“É uma verdadeira transformação e as pessoas orgulhosas do lugar onde moram. Elas mesmas se engajam e participam da transformação. Áreas degradadas são transformadas em áreas de convivência. As calçadas, as frentes das casas, e principalmente o desejo dos adultos, idosos e crianças conviverem nas ruas, nas calçadas, viverem as ruas e suas comunidades. Já passamos por 13 bairros e agora chegamos ao Alto do Burity, onde 450 famílias foram engajadas e estamos espalhando essa transformação por outros lugares do Recife”, destacou o prefeito Geraldo Julio.

A comunidade recebeu pinturas e intervenções, e  ganhou elementos lúdicos para as crianças, hortas comunitárias, jardins, jardineiras, pintura de casas e novos mobiliários, que trouxeram mais cor, alegria e beleza para casas, calçadas, praças e também para o campinho da comunidade. Pontos críticos de lixo foram eliminados e transformados em áreas de convívio e lazer. Além disso, foram criadas 10 novas pracinhas e 5 mirantes que agora podem ser desfrutados pela população.

“Está outra coisa! Agora dá gosto de vir na calçada, falar com a vizinhança, ver as crianças brincando. Mudou o aspecto completamente, principalmente essa pracinha, onde a gente senta pra conversar, jogar dominó. Ficou tudo muito colorido e muito astral”, comemorou a dona de casa Gleicileide Silva de Farias, moradora do local há quase 30 anos sobre o visual do entorno, que foi transformado com com mais de 9.000 litros de tintas da apoiadora do programa Mais Vida nos Morros, a Coral,  que foram essenciais na pintura de casas, calçadas, praças, mirantes, campinho e elementos de primeira infância.

Outra moradora que comemorou a intervenção foi Maria Tereza dias da Silva. “Está maravilhoso, não só mais bonito, como mais seguro para a gente circular. Nossas barreiras aqui estavam muito estragadas e recebemos o muro de arrimo, que agora faz a gente dormir sossegado quando tem chuva. Além disso estou com a casa colorida, muita arte nas nossas paredes. Estou numa felicidade só!”, comentou a aposentada, moradora da Segunda Travessa da Rua Regina, na Rua Jornalista Paulo Souto, que recebeu o muro de arrimo, pintura nas escadarias e nas casas da região.

O secretário de Inovação Urbana, Tullio Ponzi, falou da intervenção. “Temos aqui 15 espaços novos de convivência. O Burity tem uma das vistas mais bonitas da cidade. Estamos fazendo as crianças voltarem a brincar na frente de casa, com um espaço mais limpo, colorido, bonito. Além disso também  desenvolvemos aqui várias ações ambientais de conscientização e estimulamos a participação de todos os moradores, que realmente se engajaram para fazer isso acontecer, transformando esse um espaço bom para todos”, comentou o secretário, que falou ainda que do Açude de Apipucos é possível observar as casas coloridas e os grandes murais de arte que chegam a ter três metros de altura e extrapolam a vista para outros pontos do bairro e da cidade, como o Parque da Macaxeira, Campo do União, Alto do Mandu, Alto Santa Isabel e Avenida Norte.

 ESTATÍSTICAS – Dados coletados na fase de cadastramento dos moradores e comparados aos de encerramento das atividades apontam que antes 11% das crianças brincavam na rua enquanto, hoje, a área já registra 75% delas usufruindo dos espaços. A frequência de moradores convivendo com seus vizinhos nos espaços públicos também cresceu: antes era de 11%, e agora passou a ser 77%. O sentimento negativo pela comunidade caiu de 59% para apenas 3%.

Leia Mais

Prefeitura de Caruaru entregará equipamentos e máquinas agrícolas

Nesta quarta-feira (14), a Prefeitura de Caruaru, através Secretaria de Sustentabilidade e Desenvolvimento Rural (SUDER), fará a entrega de máquinas e equipamentos agrícolas que irão contribuir para as atividades da agricultura familiar, melhoramento das estradas rurais, aração de terras, construção e recuperação de açudes e barreiros, e muito mais. O evento será às 08h, no Bloco “C”, onde serão entregues dois tratores de arado, uma retroescavadeira e uma pá carregadora. (mais…)

Leia Mais