Olinda: Paixão de Cristo de José Pimentel

O espetáculo acontece na Praça do Carmo

A cidade de Olinda é o novo palco da tradicional Paixão de Cristo de José Pimentel. O espetáculo será celebrado na Praça do Carmo, no Sítio Histórico, hoje e amanhã, a partir das 20h, com apoio da Prefeitura. O acesso é gratuito. O evento irá reunir 80 atores e 100 figurantes. Haverá ainda um aparato técnico de 60 profissionais. O drama da crucificação, morte e ressurreição de Jesus Cristo foi interpretado por Pimentel por mais de 40 anos. O diretor e ator morreu, no dia 14 de agosto de 2018, aos 84 anos.

No elenco principal da peça, Hemerson Moura: Jesus, Stella Maris Saldanha: Maria, Gabriela Quental: Maria Madalena, Daniela Câmara: Verônica, Moisés Neto: Pilatos, Luciano Lucas: Herodes e Will Menezes: Judas.

O prefeito de Olinda, professor Lupércio iniciou a fala agradecendo a todos, e se posicionou sobre a receptividade da cidade que abraçou esse grande espetáculo. “Olinda está de braços abertos, como gestor do município posso dizer que estamos honrados como olindenses. Por isso, investiremos da mesma forma que fizemos no carnaval deste ano e a grande atração será de grande exclusividade.”

Pimentel terá a sua montagem preservada e relida, mas com a concepção cênica e personalidade do diretor José Francisco Filho, decano de artes cênicas da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), e amigo de José Pimentel. Agora parceiro de sua filha Lílian Pimentel.

“Agradeço demais a cidade patrimônio pela forma do acolhimento que me receberam, principalmente em receber um patrimônio vivo que é José Pimentel. O cenário será de várias formas e diferenciado por fazer de plano de fundo a igreja do Carmo. Não tenho dúvidas de que será um espetáculo muito bonito. É um novo ciclo, posso dizer”, expressou a filha do falecido, Lílian Pimentel.

Os produtores do espetáculo instalarão um palco de 48 metros, dois telões e mil cadeiras para acomodação do público. “Vale ressaltar, que toda estrutura cênica também será readequada, o que antes contávamos com um palco de 12×6 cm, esse ano será o dobro 18×9 cm”, disse o cenógrafo, Angelis Nadelli.

O secretário de Patrimônio, Cultura, Turismo e Desenvolvimento Econômico de Olinda, João Luiz, esteve na ocasião e disse estar preparado para sediar e receber todos para a Paixão de Cristo do autor que vive até hoje nos corações. “Sentíamos falta de uma atividade que iremos desenvolver agora, que é a semana santa. Ter a oportunidade de juntamente estar em parceria com a paixão de Cristo é de muita alegria, principalmente para chamar os olindenses e demais públicos para a nossa casa”, afirmou.

A assistência de direção será de Ricardo Vendramini, a produção de Lílian Pimentel e Mísia Coutinho, e o cenário de Otávio Catanho e Angelis Nadelli.

Secretaria de Comunicação de Olinda

Leia Mais

Case Abreu e Lima e Case Cabo têm 27 jovens liberados em mutirões da Justiça

 

As audiências ocorreram com base em relatórios técnicos da Funase que indicam possibilidade de reintegração de internos à sociedade

 

Após obterem resultados satisfatórios e envolvimento positivo em atividades pedagógicas, mais 27 internos da Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase) foram reintegrados à sociedade nesta semana. Eles ganharam a liberdade após terem os processos avaliados em audiências concentradas promovidas pela Justiça. Nas sessões, que ocorreram em formato de mutirão, promotores e juízes analisaram a situação dos socioeducandos com base em relatórios técnicos sobre o desempenho deles em áreas como educação, profissionalização, esporte, cultura e lazer, que têm atividades ofertadas pela Funase nas unidades socioeducativas.

 

Dos 27 contemplados com a liberdade, 22 cumpriam medida de internação no Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) Abreu e Lima, na Região Metropolitana do Recife. Desse grupo, 14 receberam a extinção da medida, e outros oito foram beneficiados com a liberdade assistida, ou seja, puderam deixar a unidade, mas terão que se apresentar periodicamente à Justiça. Já a outra parte dos encaminhados para as audiências concentradas estava no Case Cabo de Santo Agostinho. Nesse grupo, três ganharam a liberdade assistida com prestação de serviços comunitários, e dois receberam a extinção da medida socioeducativa que cumpriam.

 

Os mutirões foram conduzidos pelas Varas Regionais da Infância e Juventude da Capital e do Cabo de Santo Agostinho. Na semana passada, outros 18 internos da Funase já tinham obtido extinção de medida ou liberdade assistida em audiências concentradas: sete do Case Santa Luzia, que atende o público feminino, sete do Case Cabo e quatro do Case Jaboatão dos Guararapes.

 

Imprensa Funase

Leia Mais

Igarassu renova a tradição da Semana Santa com a realização da Paixão de Cristo

Realizada desde 1985 pelo Grupo Teatral Azerutan, a Paixão de Cristo de Igarassu acontece mais um ano, no Sítio Histórico da cidade. O espetáculo será encenado nos dias 20 (hoje), às 19h e no dia 21 (amanhã) de abril, às 20h30. Com a presença de 20 mil espectadores, a cada ano o espetáculo se renova, apoiado pela prefeitura municipal com palco, som, iluminação, segurança, fogos, bombeiro civil, banheiros químicos, transportes e cachê dos artistas.

O espetáculo “A Paixão de Cristo de Igarassu” é montado na Avenida 27 de setembro, ocupando 60 metros de frente ao gramado do Sítio Histórico e com 160 metros quadrados divididos em 05 grandes palcos, com níveis de altura diferentes formando vários cenários que são percorridos por 150 atores e figurantes.

 

O som é de grande porte divido em 07 pontos estratégicos e com as tecnologias, mais recentes do estado de Pernambuco, que são capazes de emitir efeitos vibratórios para cenas específicas.Dezenas de pontos de iluminação cênica que mudam não só a cor dos cenários, mas de todo ambiente da apresentação, trazendo enorme sensação de envolvimento do público.

Efeitos pirotécnicos acontecem em algumas cenas do espetáculo como na morte de Judas, na Dança de Salomé entre outras, mas com um grande show pirotécnico no final de cada dia no momento da ressurreição de Cristo, momento mais aguardado do público. A estrutura conta também com dois grandes telões nas laterais na avenida para exibir cada cena em tempo real durante as apresentações.

Ainda somam-se as estruturais de apoio como camarim, controle de mídia e efeitos especiais, guarda municipal, polícia militar, secretaria de saúde, secretaria de cultura e equipe de apoios.

 

Secom Igarassu

Leia Mais