BOLETIM COVID-19 SES-PE

A Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco (SES-PE) confirmou, nesta quarta-feira (25.03), a primeira morte pelo novo coronavírus no Estado. A vítima é um idoso de 85 anos, que estava internado no Hospital Universitário Oswaldo Cruz (HUOC) – referência para Covid-19 na rede estadual. O paciente, morador do Recife, tinha histórico de diabetes, hipertensão, além de cardiopatia isquêmica. Ele apresentou os primeiros sintomas no dia 18/03 e foi internado no HUOC na última sexta (20/03).

O homem foi atendido na última quinta-feira (19/03) em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), com um quadro de febre, tosse seca, dispneia (dificuldade de respirar) e dor toráxica. O paciente recebeu a devida assistência na UPA, onde foi entubado e, em seguida, transferido para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do HUOC. No Hospital Universitário, foi iniciado tratamento medicamentoso, com antibiótico e com o antiviral oseltamivir (tamiflu), indicado para tratar influenza em pessoas com quadro de Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag).

Apesar do idoso apresentar melhora no quadro respiratório e infeccioso, pelo histórico de comorbidade, teve uma piora na função renal, sendo necessário iniciar, na última terça-feira (24.03), diálise, considerada um procedimento de risco para pessoas acima dos 80 anos. Na manhã desta quarta, durante a sessão de diálise, o homem teve uma parada cardiorrespiratória. Apesar das tentativas de reanimação pela equipe médica, o senhor faleceu durante a manhã.

“Este óbito só reforça o que estamos dizendo diariamente: fiquem em casa e sigam as orientações das autoridades sanitárias e especialistas que têm tratado esta questão com a importância e responsabilidade que ela merece. Acreditem na gravidade da situação e sigam as orientações do Governo do Estado. Cada um de nós tem a opção de escolher ser um agente de proteção, ou de transmissão. Ficar em casa, neste momento, significa salvar vidas. O momento exige consciência e responsabilidade de todos”, ressaltou o secretário estadual de Saúde, André Longo.

“Nós lamentamos a morte deste senhor recifense e nos solidarizamos com sua família e seus amigos. A perda de uma vida é mais uma prova que não estamos falando de uma doença banal, mas sim que preocupa o mundo inteiro. A Vigilância Epidemiológica do Recife já está em contato com os familiares do paciente e todos foram orientados quanto às medidas de isolamento social que devem cumprir. Nossas equipes monitorarão os contatos da vítima por um período de 14 dias, seguindo o protocolo já estabelecido em qualquer caso confirmado para a Covid-19″, reforça o secretário de Saúde do Recife, Jailson Correia.

Além do primeiro óbito, nas últimas 24h, Pernambuco confirmou mais 4 casos da Covid-19, passando para 46 confirmações, distribuídas por seis municípios do Estado, além de ocorrência em pacientes de outro Estado (1) e países (3). Do total de casos confirmados, 10 estão hospitalizados (08 na rede privada e 02 na rede pública), 30 cumprem isolamento domiciliar e 5 casos já foram curados.

NOMEAÇÃO – Nesta quarta-feira (25.03), o governador Paulo Câmara assinou a nomeação de 1.982 profissionais concursados da Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) para atuarem no enfrentamento da emergência da Covid-19 em Pernambuco. São 430 médicos, 319 profissionais de diversas categorias de nível superior e 1.233 de nível médio. Com isso, sobe para quase 10 mil o número de concursados convocados para a rede estadual de saúde desde 2015.

EDITAL DA UPE – Até o sábado (28.03), a Universidade de Pernambuco (UPE) estará com inscrições abertas para a seleção simplificada visando a contratação temporária de 670 profissionais de nível superior e médio para atuação no Complexo Hospitalar da instituição, tendo em vista o Decreto no 48.840, de 23 de março, e a necessidade de atender o excepcional interesse público à emergência decorrente do novo coronavírus (Covid-19). O edital foi publicado nesta quarta (25.03) no Diário Oficial.

A seleção é destinada para enfermeiros, nutricionistas, farmacêuticos, biomédicos, fisioterapeutas, fonoaudiólogos, médicos intensivistas, médicos clínicos, médicos infectologistas, médicos pediatras, técnicos em enfermagem e flebotomistas. As inscrições gratuitas são feitas, exclusivamente, pelo site www.upenet.com.br. O processo seletivo, realizado em etapa única eliminatória e classificatória em avaliação curricular, terá validade de 12 meses, podendo ser prorrogável por igual período. O resultado final será divulgado no dia 04 de abril.

SELEÇÃO SES-PE – Começaram na última terça-feira (24.03) as inscrições para seleção pública com 2.077 vagas para profissionais de saúde que atuarão no enfrentamento da covid-19 em Pernambuco. Podem participar do certame autorizado pelo governador Paulo Câmara médicos (intensivistas pediátricos e adultos, e reguladores), enfermeiros (assistenciais, uteistas e reguladores), fisioterapeutas respiratórios e técnicos de enfermagem. O prazo para inscrição segue até a próxima sexta-feira (27.03). Os interessados podem conferir o edital no link: https://bit.ly/2UfK9AM.

Do total de vagas, 160 são para médicos, 595 para profissionais de nível superior e 1.322 para nível médio, que atuarão em unidades da I Geres (sede no Recife), IV Geres (Caruaru), V Geres (Garanhuns) e VII Geres (Salgueiro), além da Central de Regulação do Recife. O resultado preliminar da seleção sairá em 31.03. Os recursos podem ser realizados no dia 1.04. O resultado final será divulgado em 03.04.

CERTIDÃO DE ÓBITO – Tem circulado pelas redes sociais uma certidão de óbito que coloca a Covid-19 como causa da morte de um homem. Apesar de ser um documento verídico, o falecimento não foi provocado pelo novo coronavírus. Após análises laboratoriais, foi detectada nas amostras do paciente a presença do vírus da influenza A, que provoca quadro clínico semelhante ao da Covid-19.

É importante esclarecer que a emissão da declaração de óbito é um ato médico, que tem por obrigação legal constatar e atestar a morte. Mas, para haver a confirmação da causa da morte pela Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag), que pode ser provocada por vírus (influenza, Covid-19) ou bactérias, é necessário que haja coleta de material para análise em laboratório, como recomenda o Ministério da Saúde.

Até o momento, entre os casos suspeitos para Covid-19 de pacientes com a Síndrome Respiratória Aguda Grave, apenas 1 teve resultado laboratorial positivo para o novo coronavírus. Outros 5 positivaram para influenza A, 3 para influenza B, 6 foram negativos para influenza e para Covid-19 e 3 deram negativo para Covid-19 e estão no aguardo do resultado para influenza. A Secretaria reitera que, diariamente, está repassando as informações da Covid-19 para toda a população, com transparência e compromisso.

“Nosso compromisso é com a transparência das informações em relação à pandemia da Covid-19 com a população pernambucana. Por isso, todos os dados relevantes têm sido repassados pela Secretaria, desde os primeiros registros no Estado. Alguns relatos têm chegado sobre óbitos suspeitos por síndrome respiratória aguda grave (SRAG) e, consequentemente, para o novo coronavírus.

São óbitos suspeitos para a Covid-19, mas não necessariamente significam óbitos confirmados para esse vírus. Existem outras inúmeras causas que podem levar ao óbito nas SRAG. A causa da morte só pode ser confirmada com o resultado laboratorial das amostras biológicas do paciente. Esta é uma situação nova para os profissionais de saúde e pode levar a confusões ao preencher a certidão de óbito.

Nossa recomendação é que, se não houver a confirmação para a Covid-19 em óbitos suspeitos, o profissional qualifique a morte suspeita como SRAG em investigação. O compromisso da nossa Vigilância Epidemiológica é fazer a testagem de todos os óbitos suspeitos ocasionados por SRAG para esclarecer o agente causador dessas mortes”, afirma o secretário estadual de Saúde, André Longo.

EXAMES – A Secretaria Estadual de Saúde tem se esforçado para ampliar a testagem para a Covid-19 em Pernambuco. Para isso, estão sendo adquiridos 50 mil testes, além de insumos como reagentes, para a doença, num investimento de mais de R$ 5,9 milhões. Os kits de detecção são da técnica RT-PCR, indicada para pacientes no início dos sintomas (até 7 dias) e que analisa a presença do vírus ou parte dele na amostra coletada.

Do total de exames, 20 mil estão sendo adquiridos para o Laboratório Central de Saúde Pública de Pernambuco (Lacen-PE), referência estadual para esse tipo de testagem. Até o momento, o Lacen recebeu 1,2 mil testes do Ministério da Saúde (MS) e, desde o dia 13.03, a equipe técnica do laboratório vem realizando as análises.

Já 30 mil testes serão contratualizados, em parceria com o Laboratório de Imunopatologia Keizo Asami (LIKA) da Universidade Federal de Pernambuco, com a empresa Genômika – especializada em testes genéticos e imunológicos, para ampliar a capacidade do Estado. A expectativa é que a empresa inicie os trabalhos até o final desta semana.

“Nós temos ampliado, nos últimos dias, a capacidade de testagem do Lacen-PE e estamos buscando parcerias para ampliar ainda mais essa capacidade. Em breve, teremos condições de processar cerca de 160 amostras biológicas por dia no serviço. Estamos também em fase de contratação de laboratório privado para realização dos exames, o que pode aumentar para até 500 rodagens de testes por dia. Além dos exames para os pacientes suspeitos para o novo coronavírus, nosso compromisso é realizar a testagem em todos os profissionais de saúde que estejam na linha de frente do atendimento dos casos suspeitos e confirmados da Covid-19 e outras infecções respiratórias. Nosso objetivo é dar a tranquilidade necessária para esses profissionais e poder contar com essa força de trabalho indispensável no enfrentamento ao novo coronavírus”, afirma o secretário estadual de Saúde, André Longo.

tabela1

tabela2

tabela3

Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *