Caravana Juventude em Movimento supera 110 vagas de profissionalização ofertadas na Funase em Caruaru

case 

Atividade, realizada em etapas ao longo dos últimos seis meses em decorrência da pandemia, tem trabalhado temáticas como informática, eletrônica e barbearia

Em quase seis meses de realização no Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) Caruaru, no Agreste de Pernambuco, a Caravana Juventude em Movimento já ofertou 110 vagas em cursos e oficinas de qualificação profissional para adolescentes e jovens em cumprimento de medida de internação na unidade, que é administrada pela Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase). Realizada desde 2018 em vários centros da instituição, a atividade teve o formato modificado durante a pandemia da Covid-19, passando a ocorrer em várias etapas para viabilizar a formação de diferentes turmas com números reduzidos de socioeducandos, uma estratégia de prevenção ao novo coronavírus.

Desde abril, já foram ofertadas oficinas de aperfeiçoamento profissional com as temáticas de Elaboração de Currículo, Digitação, Internet e E-mail e Excel Prático, atendendo 32 matriculados. As aulas ficaram por conta do instrutor Elaxis Duarte, do Eixo Profissionalização, Esporte, Cultura e Lazer da Funase. Já o curso básico de Corte de Cabelo Masculino, um dos que atraem maior interesse do público do sistema socioeducativo, teve uma turma de 20 alunos em agosto e conta com um novo grupo de 16 socioeducandos sendo capacitado até o fim de setembro. O instrutor Ronny Fernando ministra as aulas.

A caravana também ofertou o curso de Introdução ao Reparo de Computadores (16 alunos), sob responsabilidade do instrutor Daniel Barreto, e está realizando, em setembro, o de Introdução à Automação Eletroeletrônica, com o mesmo número de alunos e aulas conduzidas pelo instrutor Higino Filho. Apesar de o Case Caruaru atender, atualmente, 74 adolescentes, foi possivel atingir a oferta de 110 vagas pelo fato de alguns socioeducandos poderem participar de diferentes cursos e oficinas ao longo das etapas da caravana. Os internos que concluem, ao menos, 75% da carga horária e têm bom desempenho nas atividades recebem certificados emitidos pelo Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE).

Conforme o coordenador do Eixo Profissionalização, Esporte, Cultura e Lazer da Funase, Normando de Albuquerque, a oferta de vagas deve ser ainda maior, já que está prevista a formação de mais turmas. “Teremos a renovação das turmas de Introdução ao Reparo de Computadores, de barbearia e de Introdução à Automação Eletroeletrônica, que terá duas ofertas e um total de quatro turmas até, praticamente, o fim do ano, como atividades realizadas dentro da Caravana Juventude em Movimento”, explica.