Teatro da Vida (Causos) e Poesias

A frase certa… O cara acordou com a “mãe de todas as ressacas!” Virou-se e, ao lado da cama, havia um copo de água e duas aspirinas. Olhou em volta e viu a roupa passada e pendurada. O quarto estava em perfeita ordem. Havia um bilhete de Cristiane, a sua esposa: “Querido, deixei o seu café pronto na copa. Fui ao supermercado. Beijos”. Na cozinha, um puto de um café o esperando. Aí, ele perguntou à filha: “O que aconteceu, ontem?” “Bem pai, você chegou, às 3 da madrugada, completamente bêbado, vomitou no tapete da sala, caiu por cima dos móveis, quebrando-os; fez xixi no guarda-roupa e machucou o olho ao bater na porta do quarto”. “E por que está tudo arrumado, café preparado, roupa passada, aspirinas para a ressaca e um bilhete amoroso da sua mãe?”, indagou o pai. “Bem, é que a mamãe o arrastou até a cama e, quando estava tirando a sua calça, você disse: “Não faça isso moça, eu sou casado.” Conclusões: uma ressaca – 235,00 reais, móveis destruídos – 1.200,00, café da manhã – 28,00 e dizer a frase certa, no momento certo e, para a mulher certa, não tem preço, companheiros.

Poesias

Saudade danada…  

 

 Robson Sampaio*

 

Recife,

cadê teus arraiais,

canaviais, mucamas

e sinhazinhas?

– Casa-Grande

 

Recife,

cadê teu forró,

ciranda, maracatu

e frevo?

– Carnaval

 

Recife,

cadê teu mar,

pontes, praças

e rios?

– Beberibe e Capibaribe

 

Recife,

cadê teus boêmios,

bares, batida gelada

e mulheres?

– Poesia

 

Recife,

não mais te encontro

e sinto uma saudade

danada…

 

*Jornalista, poeta, da Academia Recifense de Letras/Cadeira 22- Patronesse: Thargélia Barreto de Menezes, e da União Brasileira de Escritores (UBE/PE).

 

 Sou arrecifes…

    

Robson Sampaio*

 

Sou arrecifes,

de pedra esculpida nos

rebentes das ondas do mar

e na força dos ventos.

 

Sou arrecifes,

de arrebentação

de Sol no rosto

de águas azuis

de gosto de sal

de gente do frevo.

 

Sou arrecifes,

de pedra esculpida

de pontes rochosas

na sinuosidade

do Rio Capibaribe.

 

*Jornalista, poeta, da Academia Recifense de Letras/Cadeira 22- Patronesse: Thargélia Barreto de Menezes, e da União Brasileira de Escritores (UBE/PE).

 

 

Vai homem…  

 

Robson Sampaio *

Vai homem,

segue a estrada,

 vive a vida,

a vivência da vida

 

Vai homem,

cruze a encruzilhada,

não olhe para trás,

tece o teu destino.

 

Vai homem,

sua a testa com trabalho,

bebe a água do rio,

ergue o teu futuro.

 

Vai homem,

ama a natureza,

purifica a tua alma,

reverencia a Deus.

 

Vai homem,

esquece o ódio,

ilumina a escuridão,

enaltece o amor.

 

Vai homem,

segue a estrada,

 vive a vida,

a vivência da vida.

 

* Jornalista, poeta, da Academia Recifense de Letras/Cadeira 22- Patronesse: Thargélia Barreto de Menezes, e da União Brasileira de Escritores (UBE/PE).

Poetas do Recife  

Robson Sampaio *

 

Perfume de poemas no ar,

casario repleto de fantasmas

que saem, quase sempre, em busca

da boemia do Recife Antigo.

São os poetas da vida, das ruas,

do bairro, do mar, dos arrecifes.

Andarilhos em busca

do bálsamo para a desilusão,

dos braços quentes e fogosos das

mucamas dos dias de hoje,

não mais amas das sinhazinhas fidalgas,

mas serviçais dos desejos da carne.

* Jornalista, poeta, da Academia Recifense de Letras/Cadeira 22- Patronesse: Thargélia Barreto de Menezes, e da União Brasileira de Escritores (UBE/PE).

Maragogi

 

 Robson Sampaio *

 

   A vila era tão pequena,

mas tão pequenina,

que cabia na menina dos meus olhos.

O ruído do silêncio era tão quieto,

mas tão quieto,

e somente ouvido no suave

roçar do mar na areia

ou no sibilar das folhas

arrastadas pelo vento.

As águas, mares ao redor de ilhotas,

eram tão verdes ou, às vezes, tão azuis,

a parecer arco-íris fincado

no céu para sempre.

O povo, a natureza, as palhoças,

a vila toda, a contemplar,

lá no alto do Cruzeiro, a cruz dos mártires,

o símbolo da liberdade e da fé,

iluminada, apenas, pelo brilho

do sol e das estrelas.

Tudo era tão miúdo,

mas tão miúdo,

que o amor cabia na alma,

a alma no coração, o coração na vila,

a vila na menina dos olhos,

os olhos na saudade.

Saudade, que ainda se chama

Maragogi…

* Jornalista, poeta, da Academia Recifense de Letras/Cadeira 22- Patronesse: Thargélia Barreto de Menezes, e da União Brasileira de Escritores (UBE/PE).

 

 

A meu pai, Zeca  

 

Robson Sampaio *

O manto da morte sobressaiu-se

na escuridão da noite.

Ao amanhecer,

a tua alma confundiu-se com

esparsas nuvens.

O lacrimejar dos olhos não

me transformou em correntezas,

mas o meu coração inundou-se

com um mar de saudades,

pai…

Saudades de Dinah, Zé Neto, Robson,

César, Gibson e Jackson.

 

* Jornalista, poeta, da Academia Recifense de Letras/Cadeira 22- Patronesse: Thargélia Barreto de Menezes, e da União Brasileira de Escritores (UBE/PE).

 

Cruz do Patrão

Robson Sampaio *

Ecoam gritos eternos na

vastidão das noites e do mar.

Gritos de dor lancinante,

tão fortes que varam os

arrecifes, as almas emitem

sons quase selvagens.

São lamentos de negros

sem o sonho da liberdade,

feridos de saudades e de morte.

Submissos à espera do senhorio

estão os filhos da vida sem-vida,

confinados na Cruz do Patrão,

onde o tempo não sepulta a lenda

e a injustiça ainda açoita os insepultos,

escravos-fantasmas…

* Jornalista, poeta, da Academia Recifense de Letras/Cadeira 22- Patronesse: Thargélia Barreto de Menezes, e da União Brasileira de Escritores (UBE/PE).

 

rsampaioblog@gmail.com

Leia Mais

Teatro da Vida

Somos petistas…– O pai chega em casa vestido numa novíssima camisa do PT, entra no quarto do filho e beija o retrato de Che Guevara na parede. O rapaz espantado pergunta: – Que é isso pai? Ficou maluco? Logo você que é o maior “coxinha”, “reaça” de primeira vestindo a camisa do PT? – Que nada filho! Agora sou petista! Conversamos tanto sobre o Partido que você me convenceu! PT! PT! VIVA O PT! – grita o velho. O rapaz, membro do DCE da universidade onde já faz um curso de quatro anos há oito anos e fiel colaborador da JPT não se aguenta de tanta alegria! – Senta aí companheiro! Vamos conversar! O que foi que te levou a essa decisão?  O pai senta-se ao lado do filho e explica: – Pois é… cansei de discutir contigo e passei a achar que você tem razão. Por falar nisso, lembra do Luís, aquele que te pediu dois mil reais da tua poupança emprestado para dar entrada numa moto? – O que tem ele? Pergunta o filho… – Pois é… Liguei pra casa dele e perdoei a dívida. E fiz mais! Falei que ele não precisa se preocupar com as prestações, pois vou usar oitenta por cento da sua mesada para pagar o financiamento! – Pai!!!!! Você ficou louco? Pirou?  –Filho, lembre-se que agora nós somos petistas” Perdoar dívidas e financiar o que não é nosso com o que não é nosso é a nossa especialidade! Temos que dar o exemplo! E tem mais! Agora 49% do seu carro eu passei para sua irmã. Vendi pra ela quase a metade do seu carro! Dessa forma você continua majoritário mas só podendo usá-lo em 51% do tempo!  – Mas o carro é meu, papai! Não podia fazer isso! Não pode vender o que não é seu! – Podia sim! A Dilma fez isso com a Petrobrás e você foi o primeiro a apoiar! Só estamos seguindo o caminho dela! O garoto, incrédulo e desolado entra em desespero, mas o pai continua: – Outra coisa! Doei seu computador, seu notebook e seu tablet para os carentes lá do morro. Agora eles vão poder se conectar! – Pai! Que sacanagem é essa? – Não é sacanagem não, filho! Nós petistas defendemos a doação do que não é nosso, lembra? Doamos aviões, helicópteros,  tanques… O que é um computador, um tablet e um note diante disso?

Prestes a entrar em colapso, o garoto recebe a última notícia:  – Filho, lembra daquele assaltante que te ameaçou de morte, te espancou e roubou teu celular? Vou agora mesmo retirar a queixa e depois para a porta da penitenciária exigir a soltura dele, dizendo que ele é inocente! – Pai… pelo amor de Deus… Você não pode fazer isso… O cara é perigoso! – Perigoso nada! É direitos Humanos que nós pregamos, filho! Somos petistas com muito orgulho!  – Mas o cara me espancou! Me roubou, pai! – Alto lá! Não há provas disso! Isso é estado de exceção! O rapaz é inocente! Nós fizemos a mesma coisa com os companheiros acusados no mensalão! – Mas ele estava armado quando a polícia chegou! – E daí????? Ele estava armado mas quem prova que a arma era dele? A revista Veja? Isso é coisa de reaça, filho! – Papai, você ficou doido! E o pai finaliza: – Fiquei doido? Na hora de defender bandido que roubou uma nação você é petista, mas se roubarem você, deixa de ser. Na hora de doar, perdoar dívidas e fazer financiamentos com o que é dos outros, você é petista. Mas se fizer o mesmo com você, deixa de ser. Na hora de dilapidar o patrimônio nacional, vendendo o que é mais precioso e não pertence ao PT e sim ao povo, você é petista, mas se vender metade do que é seu, você deixa de ser!  – PEGA AS SUAS COISAS E SUMA DAQUI! – Vou pra onde, papai? Perguntou chorando… – Agora você é um dos sem-teto que você defende, seu moleque cagão! E vai se consultar com médico cubano, porque eu cancelei teu plano de saúde! Dois dias depois o moleque bateu na porta curado. Não era mais petista e não havia mais DCE ou JPT. E nem chamava o pai de “reaça”.  E o milagre da educação aconteceu. (Diogo Mainardi,jornalista).  Sensacional.

Os fantoches famosos do Brasil…

Enviado por Xenia Calheiros

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e texto

O Naro –Chega de política. Vou contar piada. O nome do menino era Naro ele perdeu 17 reais e desesperado perguntou a mãe, mãe sabe onde está meus 17 reais ? Tá no Bolso Naro…

*Gastos com a campanha presidencial 2018*

Nas Redes Sociais:

Meireles – R$ 45 Milhões; – Alckmin – R$ 32 Milhões; – Haddad – R$ 29 Milhões; – Ciro – R$ 10 Milhões; – Marina – R$ 4 Milhões; – Bolsonaro – WI-FI do Hospital.

Wilson Dias/Agência Brasil

 

 

rsampaioblog@gmail.com

DEIXE UM COMENTÁRIO:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia Mais

Teatro da Vida (Eleições 2018)

Somos petistas… – O pai chega em casa vestido numa novíssima camisa do PT, entra no quarto do filho e beija o retrato de Che Guevara na parede. O rapaz espantado pergunta: – Que é isso pai? Ficou maluco? Logo você que é o maior “coxinha”, “reaça” de primeira vestindo a camisa do PT? – Que nada filho! Agora sou petista! Conversamos tanto sobre o Partido que você me convenceu! PT! PT! VIVA O PT! – grita o velho. O rapaz, membro do DCE da universidade onde já faz um curso de quatro anos há oito anos e fiel colaborador da JPT não se aguenta de tanta alegria! – Senta aí companheiro! Vamos conversar! O que foi que te levou a essa decisão?  O pai senta-se ao lado do filho e explica: – Pois é… cansei de discutir contigo e passei a achar que você tem razão. Por falar nisso, lembra do Luís, aquele que te pediu dois mil reais da tua poupança emprestado para dar entrada numa moto? – O que tem ele? Pergunta o filho… – Pois é… Liguei pra casa dele e perdoei a dívida. E fiz mais! Falei que ele não precisa se preocupar com as prestações, pois vou usar oitenta por cento da sua mesada para pagar o financiamento! – Pai!!!!! Você ficou louco? Pirou?  – Filho, lembre-se que agora nós somos petistas” Perdoar dívidas e financiar o que não é nosso com o que não é nosso é a nossa especialidade! Temos que dar o exemplo! E tem mais! Agora 49% do seu carro eu passei para sua irmã. Vendi pra ela quase a metade do seu carro! Dessa forma você continua majoritário mas só podendo usá-lo em 51% do tempo!  – Mas o carro é meu, papai! Não podia fazer isso! Não pode vender o que não é seu! – Podia sim! A Dilma fez isso com a Petrobrás e você foi o primeiro a apoiar! Só estamos seguindo o caminho dela! O garoto, incrédulo e desolado entra em desespero, mas o pai continua: – Outra coisa! Doei seu computador, seu notebook e seu tablet para os carentes lá do morro. Agora eles vão poder se conectar! – Pai! Que sacanagem é essa? – Não é sacanagem não, filho! Nós petistas defendemos a doação do que não é nosso, lembra? Doamos aviões, helicópteros,  tanques… O que é um computador, um tablet e um note diante disso?

Prestes a entrar em colapso, o garoto recebe a última notícia:  – Filho, lembra daquele assaltante que te ameaçou de morte, te espancou e roubou teu celular? Vou agora mesmo retirar a queixa e depois para a porta da penitenciária exigir a soltura dele, dizendo que ele é inocente! – Pai… pelo amor de Deus… Você não pode fazer isso… O cara é perigoso! – Perigoso nada! É direitos Humanos que nós pregamos, filho! Somos petistas com muito orgulho!  – Mas o cara me espancou! Me roubou, pai! – Alto lá! Não há provas disso! Isso é estado de exceção! O rapaz é inocente! Nós fizemos a mesma coisa com os companheiros acusados no mensalão! – Mas ele estava armado quando a polícia chegou! – E daí????? Ele estava armado mas quem prova que a arma era dele? A revista Veja? Isso é coisa de reaça, filho! – Papai, você ficou doido! E o pai finaliza: – Fiquei doido? Na hora de defender bandido que roubou uma nação você é petista, mas se roubarem você, deixa de ser. Na hora de doar, perdoar dívidas e fazer financiamentos com o que é dos outros, você é petista. Mas se fizer o mesmo com você, deixa de ser. Na hora de dilapidar o patrimônio nacional, vendendo o que é mais precioso e não pertence ao PT e sim ao povo, você é petista, mas se vender metade do que é seu, você deixa de ser!  – PEGA AS SUAS COISAS E SUMA DAQUI! – Vou pra onde, papai? Perguntou chorando… – Agora você é um dos sem-teto que você defende, seu moleque cagão! E vai se consultar com médico cubano, porque eu cancelei teu plano de saúde! Dois dias depois o moleque bateu na porta curado. Não era mais petista e não havia mais DCE ou JPT. E nem chamava o pai de “reaça”.  E o milagre da educação aconteceu. (Diogo Mainardi,jornalista).  Sensacional.

O Naro – Chega de política. Vou contar piada. O nome do menino era Naro ele perdeu 17 reais e desesperado perguntou a mãe, mãe sabe onde está meus 17 reais ? Tá no Bolso Naro…

*Gastos com a campanha presidencial 2018*

Nas Redes Sociais:

Meireles – R$ 45 Milhões; – Alckmin – R$ 32 Milhões; – Haddad – R$ 29 Milhões; – Ciro – R$ 10 Milhões; – Marina – R$ 4 Milhões; – Bolsonaro – WI-FI do Hospital.

Wilson Dias/Agência Brasil

 

 

rsampaioblog@gmail.com

Leia Mais

Tetro dva Vida (Causos), Poesias, Frases e Minipoemas

* SEMINÁRIO PARA HOMENS  (Na Internet) – Um grupo de homens se reuniu no Seminário Sobre Como Melhorar a Vida Conjugal. O palestrante perguntou quais deles ainda amavam as suas mulheres.  Todos levantaram a mão. Então, ele perguntou qual a última vez que eles tinham dito a elas que as amavam.  A maioria não se recordava quando. Então, o palestrante sugeriu que eles pegassem  os seus celulares e escrevessem *“Te amo, querida”* e enviassem às suas esposas por WhatsApp. Depois, ele pediu que todos mostrassem as respostas. Segue algumas delas: 1) Você está bem? 2) O que foi? 3) O que você quer dizer com isso? 4) Aí .  5)  Se não me disser para quem era esta mensagem, eu juro que te mato! 6) Nem vem! Tô menstruada!  7) Está com alguma doença terminal? 8) Que merda, você andou fazaendo? 9) Já tá bebendo de novo? Mas, a melhor de todas foi essa: 10) Quem é?
😂😂😂😂😂😂
(Na Internet):
(Na Internet):
(Na Internet):
(Na Internet):
(Na Internet):
Poesias

* Jornalista, poeta, da Academia Recifense de Letras/Cadeira 22- Patronesse: Thargélia Barreto de Menezes, e da União Brasileira de Escritores (UBE/PE).

 

* Jornalista, poeta, da Academia Recifense de Letras/Cadeira 22- Patronesse: Thargélia Barreto de Menezes, e da União Brasileira de Escritores (UBE/PE).

 
* Jornalista, poeta, da Academia Recifense de Letras/Cadeira 22- Patronesse: Thargélia Barreto de Menezes, e da União Brasileira de Escritores (UBE/PE).
* Jornalista, poeta, da Academia Recifense de Letras/Cadeira 22- Patronesse: Thargélia Barreto de Menezes, e da União Brasileira de Escritores (UBE/PE).
* Jornalista, poeta, da Academia Recifense de Letras/Cadeira 22- Patronesse: Thargélia Barreto de Menezes, e da União Brasileira de Escritores (UBE/PE).
Frases

O leitor é a principal matéria-prima do jornal”. “Dar voz e visibilidade aos invisíveis é dever do jornalista”. “A dor, seja qual for, é sempre a inspiração do poeta”. “O bar é a tribuna do povo”. (RS)

 

Minipoemas

Protesto        

A música de Chico na

vitrola, no copo rum

e coca-cola e o

protesto no coração.

Tá difícil pra viver neste

País, meu irmão! (RS)

Alma      

Um dia, em Paris, a

artista disse: “Quando

conhecer a tua alma,

eu pinto os teus olhos”.

E pintou nas duas

formas: aberto e

fechado.

II

Séculos depois, o poeta

disse: “Sem o dom dos

pincéis, eu não posso te

pintar. Mas, te amar de

corpo e alma”. (RS)

 

Piruetas    

As piruetas da bola,

nos pés do menino,

podem não ser toques

de craque.

Mas, o sorriso no rosto

é o da alegria de uma

criança. (RS)

 

 Solidão  

Nos pesadelos dos

meus sonhos,

tento esconder a dor

da tua ausência.

Abro os olhos e me

deparo, mais uma vez,

com a solidão… (RS)

 

 Chuva

Oh, chuva bendita

de Deus!

Molha o meu corpo,

lava a minha alma,

e enxagua os meus

pecados.

Escorre na minha face,

mistura-se às minhas

lágrimas, tempestade

de saudade.   (RS)

 

 Paixão!   

No olhar, a tua imagem

No coração, a tua alma

Em minhas mãos,

o teu corpo

E nos teus lábios,

a minha paixão! (RS)

rsampaioblog@gmail.com

Leia Mais