HMA dispõe de mais leitos de UTI para Covid

Mais 10 leitos de UTI passam a funcionar no Hospital Miguel Arraes (HMA/ FPMF), em Paulista, para atender pacientes em estado grave por conta da Covid-19. O reforço foi anunciado no último sábado (3), pelo governador Paulo Câmara, e começou a operar nessa quarta-feira (7) através de encaminhamentos da Central de Regulação de Leitos do Estado. Com isso, o HMA conta agora com 20 vagas de terapia intensiva na UTI-Covid.  

         Para atender à demanda, o Hospital Miguel Arraes está reforçando seu quadro funcional por meio de um processo seletivo aberto para trabalhadores em saúde que desejam atuar no setor de Covid. Os médicos interessados devem enviar os currículos para o e-mail hma.direcao@hma.fpmf.org.br. Enfermeiros, técnicos de Enfermagem, fisioterapeutas e auxiliares de Farmácia devem cadastrar os currículos no endereço eletrônico http://www.fpmf.org.br/trabalheconosco. Os trabalhadores selecionados por contrato temporário irão atuar na UTI e na Enfermaria Covid abertos para dar suporte à rede de saúde no combate à pandemia em Pernambuco. 

Leia Mais

Operação Torrentes: MPF obtém mais uma condenação de envolvidos em fraudes com verba destinada a vítimas de enchentes em PE

Os recursos que deveriam ser usados para compra de cobertores foram desviados por empresários e militares


O Ministério Público Federal (MPF) em Pernambuco (PE) obteve, na Justiça Federal, a condenação de sete envolvidos em fraudes com recursos federais, oriundos do Ministério da Integração Nacional, que deveriam ter sido destinados à compra de cobertores para vítimas das enchentes ocorridas em Pernambuco, em 2010. A denúncia do MPF foi  oferecida no âmbito da Operação Torrentes, deflagrada em 2017.
Acatando parcialmente os pedidos da denúncia do MPF, a Justiça Federal condenou os policiais militares Mário Cavalcanti de Albuquerque e Laurinaldo Félix Nascimento, que ocupavam, na Casa Militar do Governo de Pernambuco (Camil), respectivamente, os postos de secretário e presidente da Comissão Permanente de Licitação.


Também foram condenados os policiais militares Paulo Estevam Vilela e Rolney Feitosa de Souza, integrantes da Comissão de Recebimento de Materiais da Camil à época, além do também policial militar Marcos Guedes Calé e o casal de empresários Rogério Fabrizio Roque Neiva e Joseleide Gomes Neiva, sócios-administradores da empresa RJ Comércio de Eletrodomésticos, beneficiados no esquema criminoso. Waldemir José Vasconcelos de Araújo, ex-secretário executivo da Casa Militar, foi absolvido das acusações.


As penas aplicadas pela Justiça Federal variam de três anos e sete meses a sete anos e três meses de reclusão. Os réus também foram condenados ao pagamento de multa, à reparação do dano causado ao erário, perda dos cargos públicos e dos bens acrescidos ao patrimônio dos envolvidos em decorrência da prática criminosa.


Os réus foram denunciados pela prática dos crimes de inobservância das formalidades em inexigibilidade de licitação e peculato. As fraudes ocorreram entre junho e setembro de 2010 e envolveram duas licitações e os respectivos contratos, destinados à compra de 84.720 cobertores para as vítimas das enchentes.


Esquema fraudulento – De acordo com o MPF, os militares, em articulação com os empresários, praticaram diversas irregularidades para contratar a RJ Comércio de Eletrodomésticos e desviar a verba pública para essa empresa, dissimulando o cumprimento de requisitos legais e a entrega dos cobertores. O prejuízo aos cofres públicos foi superior a R$ 3 milhões.
No procedimento de licitação, foi simulada a consulta de preços a quatro empresas, todas pertencentes a familiares de Joseleide Neiva. Elas apresentaram propostas fictícias para direcionar a contratação da RJ Comércio de Eletrodomésticos, que foi escolhida indevidamente para fornecer os cobertores, mesmo oferecendo o produto com valor superfaturado, ao preço de R$ 16,00 por unidade, mais alto dentre outros contratos de fornecimento de cobertores firmados pela RJ Comércio em 2010 e em anos posteriores.

As apurações do MPF concluíram ainda que não houve nenhum documento comprovando a entrega de ao menos um cobertor. Os denunciados forjaram o recebimento da mercadoria, com a emissão de notas fiscais frias pelos empresários e de termos de recebimento falsos pela Camil.


Histórico – A Operação Torrentes, deflagrada em novembro de 2017, investiga grupo criminoso que praticou fraudes na execução de ações de auxílio à população afetada pelas chuvas, que deixaram mais de 80 mil pessoas desabrigadas em Pernambuco. O montante global recebido da União na época, por meio da Operação Reconstrução, do Ministério da Integração Nacional, foi de aproximadamente R$ 450 milhões, destinados à assistência dos cidadãos atingidos pelas chuvas torrenciais e enchentes que assolaram as regiões da Zona da Mata e do Agreste pernambucano em 2010. A atuação conjunta de MPF, Polícia Federal, Controladoria-Geral da União e Receita Federal levou à identificação de várias irregularidades em outras licitações e contratos, já tendo resultado no oferecimento de 12 denúncias à Justiça Federal.


Processo nº 0813587-79.2018.4.05.8300 – 13ª Vara Federal em Pernambuco

Qualquer cidadão pode acionar o MPF. Para fazer uma representação via internet, clique aqui.

Leia Mais

16ªedição do DIRIJA AUTO, revista digital interativa, entrevista exclusiva com o piloto Beto Monteiro

Caro Leitor,

Estamos encaminhando link da 16ª edição do DIRIJA AUTO, revista digital interativa, estampando na capa e entrevista exclusiva com Beto Monteiro, piloto que está presente nas provas da COPA TRUCK  e STOCK CAR.
dirija_auto_ed_16campanha.jpg

Leia também:

• Entre no Mundo Ducati com a Monster 797;

• Audi RS e-Tron GT chega para disputar com o Porsche Taycan; 

• Tiguan, o Best-Seller da Volkswagen;

• Mercedes-Benz, uma linha completa de SUVs premium;

• Corolla Cross, o SUV da Toyota mais esperados do ano;

• Blindados, vidros mais leves e finos;

• Abertura do Campeonato Nordeste de Automobilismo;

• Multifilmes, Soluções de proteção automotiva, residencial e comercial;

• Prestige Delailing Center, tratamento Vip para o seu carro;

 RAM 2500, uma das picapes mais desejadas do mundo;

 Land Rover apresenta a Discovery 2021;

CLIQUE NAS MATÉRIAS PARA ACESSAR OS VÍDEOS.

A primeira revista digital interativa no segmento automotivo do Brasil.

Boa Leitura!

Claudio Barreto

Instagram @dirijaauto  @terramagazine

Clique e faça download da 16ª edição Dirija Auto

Edições anteriores no portal www.terramagazine.com.br

Clique e instale nosso APP – REVISTA DIGITAL TERRA

Leia Mais

Quadro de Vagas 09-04-2021

Segue anexo, na opção de formato em  Excel e PDF, quadro de vagas das Agências Estaduais do Trabalho referente ao dia 09 de abril 2021. 

O Quadro de Vagas apresenta as oportunidades em duas partes: em vermelho, as vagas para Pessoa Com Deficiência (PCD) e em preto aos demais. 

Confira os endereços e telefones das Agências do Trabalho no site da Seteq.

Telefone da Agência da Boa Vista: 3183.7065

  Gerência de Comunicação  
www.seteq.pe.gov.brfacebook.com/seteqgovpe
instagram.com/seteqgovpe

Leia Mais

Trabalhadores que perderam emprego na pandemia podem solicitar VEM Social a partir de segunda-feira (12)

Benefício concederá acesso gratuito ao transporte público a 20 mil usuários por mês, fora do horário de pico. Cadastro pode ser feito pela internet

Trabalhadores que perderam emprego desde o início da pandemia do novo coronavírus e estão em busca de novas oportunidades poderão ter acesso gratuito ao transporte público a partir deste mês. A partir desta segunda-feira (12), o Governo de Pernambuco abrirá cadastramento para o benefício do VEM Social, que concederá até 20 passagens do Anel A a 20 mil usuários por mês. O projeto é de autoria do Poder Executivo e foi aprovado por unanimidade, em março, na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe).

Para ter direito ao benefício, o usuário deverá acessar o portal o www.vemsocial.pe.gov.br. O solicitante deverá comprovar que foi dispensado entre 20 de março de 2020 e a data de publicação da lei (22 de março de 2021), que instituiu o programa de transporte social. Também precisará ter possuído vínculo com carteira assinada por no mínimo seis meses, com remuneração de até dois salários mínimos. Para ter direito ao benefício, precisa ainda ser residente de um dos 14 municípios da Região Metropolitana do Recife (RMR).

Para comprovação, o usuário deverá preencher um cadastro no site e anexar ao formulário uma cópia digital da Carteira de Trabalho ou registro no e-social, comprovante de residência, RG e CPF. Todos os documentos serão analisados pelas equipes técnicas da Secretaria de Trabalho, Emprego e Qualificação e do Grande Recife Consórcio de Transportes. Após a análise, o solicitante receberá um e-mail com a confirmação ou não do benefício. O cartão será enviado por correspondência aos usuários.

Para o secretário de Desenvolvimento Urbano e Habitação, Marcelo Bruto, a iniciativa será de grande valia para auxiliar as pessoas que buscam recolocação no mercado frente a todos os desafios impostos pela pandemia. “Diante de tantas dificuldades, é importante que a população possa contar com esse benefício na busca por novas oportunidades. Ao mesmo tempo, também procuramos viabilizar o programa de uma maneira que os protocolos sanitários continuassem a ser cumpridos e que ele não impactasse ainda mais o sistema nos horários de pico. Acreditamos no benefício que o programa irá gerar e esperamos que o VEM Social possa ajudar muita gente”, salientou o secretário. 

Segundo o secretário do Trabalho, Emprego e Qualificação, Alberes Lopes, as passagens devem ajudar os usuários e usuárias na busca de empregos. Ele lembrou que, em algumas Agências do Trabalho, trabalhadores relatam que chegaram à unidade a pé, por falta de condições financeiras. “O benefício favorece às pessoas mais vulneráveis e que estão fora do mercado de trabalho e sem renda neste momento difícil de pandemia”, declarou Alberes.

A candidatura ao benefício poderá ser feita a qualquer tempo, durante a vigência do programa. As inscrições recebidas até o dia 15 de cada mês serão processadas no mês subsequente, com o objetivo de conferência de prioridade. Neste mês de abril, excepcionalmente, serão processadas as inscrições recebidas até o dia 20, em virtude da data de início do cadastramento.

Os candidatos aptos a receber o benefício serão classificados segundo o tempo de afastamento do mercado de trabalho formal. A prioridade será dada àqueles que tenham sido dispensados há mais tempo. Caso o quantitativo de candidatos aptos supere o número máximo de 20 mil cartões a ser distribuído por mês, será realizado um rodízio bimestral na disponibilização de créditos, de modo a contemplar o maior número possível de beneficiários. Os beneficiários inscritos no programa deverão comprovar a cada dois meses que continuam desempregados, mediante declaração firmada em campo próprio no site do VEM Social. O programa terá prazo de vigência de um ano, prorrogável por mais um.

Contato:

Thiago Neuenschwander
Gerente de Comunicação da Seduh

Leia Mais