pernambuco-se-mantem-no-topo-de-ranking-de-transparencia-de-dados-sobre-a-covid-19

Pernambuco se mantém no topo de ranking de transparência de dados sobre a Covid-19

Em nova versão de Índice, que dobrou os indicadores analisados, Estado ocupa 2º lugar e permanece com alto nível de transparência



Em nova rodada do Índice de Transparência da Covid-19 versão 2.0, elaborada pela Open Knowledge Brasil (OKBR) com a colaboração da comunidade técnica e acadêmica, que dobrou os indicadores de abertura de dados analisados, Pernambuco continua em destaque em transparência na divulgação de informações sobre o enfrentamento à Covid-19.  

A décima edição do levantamento, a primeira com a nova metodologia, reitera a eficiência do Estado na divulgação dos números, e o coloca no segundo lugar da lista, com 92 pontos, no patamar de “alto nível”. Apenas 5 entes, entre eles Pernambuco, divulgam base de dados com as notificações completas. De acordo com a OKBR, a informação é essencial para compreender a dimensão da pandemia no país. A organização ainda ressalta que metade do país ainda está no escuro com relação ao total de casos suspeitos de Covid-19 que foram notificados no sistema de saúde.

“A transparência é uma marca da qual nos orgulhamos e que nos balizou ao longo de toda esta jornada. Só com a transparência e com o compromisso com a informação de qualidade sobre a doença é possível traçar as estratégias com capacidade de trazer impacto real para as decisões e o planejamento desse enfrentamento à Covid-19. Informação em saúde é fundamental e é um compromisso do Governo de Pernambuco”, destaca o secretário estadual de Saúde, André Longo.

A nova versão do Índice de Transparência da Covid-19, divulgado na noite desta sexta-feira (10.07), conta com 26 indicadores de abertura de dados, o dobro da versão anterior. Nesta segunda fase, o projeto conta com o apoio do Instituto Hivos, além da parceria técnica com o Instituto de Governo Aberto (IGA). Dentre os novos critérios, estão a exigência da disponibilização de dados sobre todas as notificações de Covid-19, incluindo casos suspeitos. Também avança no detalhamento de dados demográficos, como raça/cor, pessoas privadas de liberdade e profissionais da saúde – informações que já vinham sendo disponibilizadas pelo Governo de Pernambuco, seja pelos boletins epidemiológicos produzidos pela Secretaria Estadual de Saúde, seja pelo hotsite www.pecontracoronavirus.pe.gov.br.

A posição conquistada por Pernambuco se deve à absoluta transparência, que é questão central no trabalho desenvolvido pelo Governo Estado. Desde o dia 25 de fevereiro, coletivas de imprensa são realizadas, sistematicamente, para detalhar os dados da doença e informar a real situação para a sociedade.

AVALIAÇÃO – O Índice de Transparência da Covid-19 da OKBR foi lançado em 3 de abril de 2020 e, desde então, vem sendo atualizado semanalmente, todas as quintas-feiras. Na nova versão, as publicações intercalam os resultados de União e estados e os das capitais.



OKBR
 – A Open Knowledge Brasil, também conhecida como Rede pelo Conhecimento Livre, é uma organização da sociedade civil sem fins lucrativos e apartidária que atua no país desde 2013. Desenvolve e incentiva o uso de tecnologias cívicas e de dados abertos, realiza análises de políticas públicas e promove o conhecimento livre para tornar a relação entre governo e sociedade mais transparente e participativa.

Leia Mais

pernambuco-e-destaque-em-novo-indice-de-transparencia-da-okbr

Pernambuco é destaque em novo índice de transparência da OKBR

julho 11, 2020
Governo do Estado, Pernambuco Notícias

Pernambuco alcançou a segunda posição entre os estados brasileiros na nova versão do Índice de Transparência da Covid-19 divulgado pela organização não governamental Open Knowledge Brasil (OKBR). Com um total de 92 pontos, o Governo de Estado permanece no nível “alto” dentro da avaliação da qualidade dos dados e informações relativos à pandemia do novo coronavírus publicados em seus portais oficiais.

Segundo a OKBR, para a composição do índice 2.0 foram definidos um conjunto de dados essenciais e parâmetros para as divulgações. O novo indicador é composto por três dimensões: conteúdo, granularidade e formato. Por sua vez, cada dimensão é constituída por um conjunto de aspectos avaliados separadamente, totalizando 26 indicadores separados pelas áreas de demografia, infraestrutura, casos, base de dados, acesso e qualidade.

“Essa nova avaliação foi muito mais detalhada, com um nível de exigência de informações ainda mais rígido, específico e qualificado. Deixamos de pontuar em apenas dois dos 26 critérios estabelecidos. Para nós, essa conquista é resultado de um esforço contínuo de todos os que fazem a administração estadual. Nossa atuação estará sempre pautada pela transparência nas ações e gastos públicos”, ressaltou a secretária da Controladoria-Geral do Estado (SCGE), Érika Lacet.

Para garantir a classificação de destaque no índice, o órgão, que coordena o Portal da Transparência do Governo de Pernambuco, contou com o apoio da comissão temporária de apoio à Secretaria Estadual de Saúde (SES), que tem como um dos coordenadores o secretário-executivo da SCGE, Caio Mulatinho.

ÍNDICE – A primeira versão do Índice da Transparência da Covid-19 foi lançada em 3 de abril de 2020 e recebeu atualizações semanais até o dia 12 de junho. Diante do expressivo avanço na abertura dos estados e da União, a OKBR abriu uma consulta pública com o objetivo de coletar subsídios para “subir a régua” da avaliação, qualificando ainda mais a transparência da pandemia. Após a consolidação dos resultados desse processo, no dia 10 de julho, foi lançado o Índice de Transparência da Covid-19 (2.0), um instrumento de avaliação ainda mais robusto, aplicado a capitais, estados e governo federal. A coleta de dados passa a ser quinzenal e os resultados da avaliação são atualizados semanalmente, alternando estados e capitais.

Leia Mais

socioeducandos-ganham-livros-por-participacao-em-premio-nacional-de-literatura

Socioeducandos ganham livros por participação em prêmio nacional de literatura

julho 11, 2020
Governo do Estado, Pernambuco Notícias

 sdscj

Adolescentes atendidos na unidade de internação da Funase em Caruaru tiveram crônicas concorrendo com obras de acadêmicos e escritores de vários estados

Seis adolescentes pernambucanos ganharam livros como reconhecimento especial à participação deles no 1º Prêmio de Literatura Josemar Guilhermino. Durante a competição literária, os estudantes, que cumprem medida de internação no Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) Caruaru, no Agreste do Estado, tiveram crônicas avaliadas juntamente com textos inscritos por acadêmicos e escritores de vários estados brasileiros. A entrega das obras aos socioeducandos foi feita, na sexta-feira (10), por representantes do Sistema Preciso de Comunicação e do Clube do Livro, instituições idealizadoras da premiação nacional.

Os livros abordam temas como o racismo e a poesia como ferramenta de transformação. Já as crônicas inscritas pelos socioeducandos tiveram relatos sobre o desejo de liberdade e perspectivas de futuro. Participaram ainda do concurso integrantes da Academia Jovem de Letras de Campos do Jordão (SP), do curso de Antropologia da Universidade Federal do Oeste do Pará, da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE) e da Associação Mundo das Artes, de São Miguel dos Campos (AL). O texto mais votado pelos jurados foi de uma participante de São Paulo, que recebeu prêmio em dinheiro, um livro de crônicas e certificado.

Estiveram no ato de entrega dos livros a representante do Sistema Preciso de Comunicação e servidora da Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase), Elizabete Nunes, e gestores do Case Caruaru. “Pudemos celebrar o poder transformador da leitura e da escrita, que colocou nossos adolescentes ao lado de pessoas do Brasil inteiro através dos seus textos”, relatou o coordenador geral da unidade, Ramonn Melo. “Houve todo um carinho da equipe do prêmio ao fazer as dedicatórias e a entrega dos livros. Foi uma experiência muito bonita”, completou a coordenadora técnica do Case Caruaru, Ana Paula Ferreira.

Em mensagem em vídeo, a representante do Clube do Livro no 1º Prêmio de Literatura Josemar Guilhermino, Myrian Araújo, afirmou que a expectativa é de que outras edições sejam realizadas. “Tivemos obras belíssimas inscritas neste concurso. Queremos que esse seja o primeiro de muitos”, disse. No mesmo sentido, a professora Josicleide Guilhermino, também integrante do Clube do Livro, avaliou a premiação de forma positiva. “Nossos agradecimentos aos adolescentes do Case, que tornaram este momento ainda mais significativo. O acesso à leitura e à escrita tem que ser um bem universal”, complementou.

Imagens: Divulgação

Leia Mais

camara-de-tabira-confirma-rejeicao-das-contas-de-2014-de-sebastiao-dias

Câmara de Tabira confirma rejeição das contas de 2014 de Sebastião Dias

camara-de-tabira-confirma-rejeicao-das-contas-de-2014-de-sebastiao-dias

julho 11, 2020
G1 Pernambuco, Pernambuco Notícias, Últimas Notícias

A Câmara de Vereadores de Tabira rejeitou as contas do exercício financeiro de 2014 do prefeito Sebastião Dias. A votação em segundo turno ocorreu na noite desta sexta-feira (10). O placar de 6 a 5 foi o mesmo do primeiro turno.

A rejeição das contas foi recomendada pelo Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (TCE-PE). Foi levado em consideração pela Corte o descumprimento da Lei de Responsabilidade Fiscal e a não de aplicação do mínimo de 25% na manutenção e no desenvolvimento da educação. O gestor ainda extrapolou o percentual de 54% de despesa total com pessoal.

O parecer do TCE-PE pela rejeição foi acompanhado por Nelly Sampaio, Didi de Heleno, Marcos Crente, Alan Xavier, Claudicéia Rocha e Dicinha do Calçamento. Os vereadores Kleber Paulino, Marcílio Pires, Aldo Santana, Djalma das Almofadas e Aristóteles Monteiro votaram contra a recomendação.

Leia Mais

petrolina-fecha-lojas,-parques-e-igrejas

Petrolina fecha lojas, parques e igrejas

petrolina-fecha-lojas,-parques-e-igrejas

julho 11, 2020
G1 Pernambuco, Pernambuco Notícias, Últimas Notícias

Após reunião do Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus, a Prefeitura de Petrolina, no Sertão do Estado, determinou uma série de medidas de isolamento social para reduzir o número de casos da Covid-19 no município. A decisão foi anunciada na noite desta sexta-feira.

A partir da segunda-feira (13), deixam de ter autorização para funcionar o comércio, shoppings, feiras livres, parques e serviços públicos, como o atendimento na Prefeitura de Petrolina. A orla e as pistas para caminhadas em avenidas de grande fluxo, a exemplo da Monsenhor Ângelo Sampaio, Integração, Estrada da Banana, Ulysses Guimarães, entre outras, serão bloqueadas para evitar aglomerações. Serviços como barbearias, salões de estética, concessionárias de veículos, escritórios jurídicos, de contabilidade entre outros segmentos também voltam a fechar. O decreto, por fim, determina a proibição de reuniões religiosas como cultos e missas por 14 dias.

Segundo o comitê, foi consolidada uma tendência de crescimento de contágio, casos confirmados e na ocupação dos leitos de UTI na cidade. Os integrantes desse grupo técnico avaliaram que, nas últimas semanas, por conta do período junino, maior fluxo de pessoas nas ruas e questões ligadas ao clima e tempo na região, houve um impulsionamento das ocorrências de síndrome gripal e, por conseguinte, da Covid-19. Por isso, sugeriu o fechamento de diversos setores econômicos e de espaços públicos pelo período de 14 dias, a fim de evitar a chegada de um nível crítico para o quadro geral epidemiológico relacionado a pacientes com Covid-19.

Uma nova reunião geral será feita pelo Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus no dia 26 de julho. Com base nos dados atualizados do quadro epidemiológico, o grupo emitirá um parecer que embasará o cronograma de retomada dos segmentos econômicos, públicos, reuniões, entre outras atividades.

O município confirmou nesta sexta-feira dois novos óbitos por Covid-19, além de 117 novos casos positivos, incluindo 70 detentos da Penitenciária Dr. Edvaldo Gomes. Petrolina agora contabiliza 1.499 casos de Covid-19, com 35 óbitos no total.

Leia Mais