Comitê Interministerial se reúne no Paulista para tratar do programa “Em Frente, Brasil”

O auditório da Secretaria de Saúde do Paulista, em Maranguape I, sediou nesta segunda-feira (13), uma reunião interministerial, que tratou do planejamento das próximas ações do programa “Em Frente, Brasil”. A iniciativa vem reforçando, desde agosto de 2019, o policiamento ostensivo no município.

Representantes de nove ministérios, nove secretarias estaduais, além de oito municipais participaram do encontro. Na ocasião, foram feitos alinhamentos e discussões prévias essenciais para a preparação da oficina de construção do Plano Municipal de Segurança, que vai servir para os próximos seis meses do programa.

“Paulista já vinha diminuindo os índices de criminalidade, e com o reforço do policiamento ostensivo da Força Nacional, foi possível consolidar o que já estava sendo feito. O objetivo agora é conseguir investimentos para ações e projetos de cidadania para essas comunidades que tiveram intervenção da Força Nacional”, afirmou o prefeito Junior Matuto, destacando que diferente do que aconteceu no início, hoje as pessoas já não têm mais resistência quanto ao trabalho da Força Nacional.

As autoridades também aproveitaram a oportunidade para divulgar o balanço de atuação da Força Nacional em seus quatro primeiros meses de atuação no Paulista. Com relação aos Crimes Violentos Contra o Patrimônio (CVPs), a redução nas Áreas de Interesse Operacional (AIO) da Força Nacional foi de 38,75% em comparação a 2019. O raio x comparativo também aponta uma redução, nas AIO, de 20% em relação aos Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI). Esses números são melhores do que os da série histórica do “Pacto pela Vida” no Paulista em 2013.

“O primeiro momento do programa foi de um trabalho repressivo, de policiamento ostensivo. Nesse segundo momento, iniciado agora em 2020, o intuito é reforçar o trabalho preventivo para, de uma vez por todas, aumentar os indicadores sociais das comunidades mais carentes do Paulista”, explicou Antônio de Pádua, secretário de Defesa Social do Estado de Pernambuco.

Representando o Ministério da Cidadania, Quirino Cordeiro, atual secretário nacional de Cuidados e Prevenção às Drogas, encerrou informando quais serão os tipos de ações que o Ministério realizará para fortalecer o programa.

“Vamos promover ações voltadas para o tratamento dos dependentes químicos, para a inserção social de pessoas que estão à margem da sociedade, temos ações também que fortalecem os vínculos familiares, ações que diminuem a barreira de acesso dos menos favorecidos aos serviços de saúde e educação. Enfim, estamos chegando com serviços que vão fortalecer a cidadania para concretizar, de fato, os bons números já conquistados na primeira fase do programa ‘Em Frente, Brasil’,” concluiu.

Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *