cultura-pela-internet-em-tempos-de-isolamento-social

Cultura pela internet em tempos de isolamento social

 Equipamentos culturais mantidos pela Prefeitura do Recife reforçam atuação nas redes sociais para assegurar conteúdo ao público neste momento de combate ao coronavírus 

Com expedientes de atendimento ao público interrompidos pela pandemia, museus e equipamentos de arte mantidos pela Prefeitura do Recife estão recorrendo às redes sociais para semear cultura, lazer e entretenimento como alternativa ao isolamento social. Com informação e até programação criadas especialmente para esse período em que os recifenses estão sendo orientados a ficar em casa para evitar a disseminação rápida do vírus, gestores e artistas estão testando novas estratégias remotas para assegurar o sempre urgente encontro entre público e arte. 

Diante da crise de saúde pública internacional, que atingiu toda a cadeia cultural, o Paço do Frevo começou a usar o Instagram como espaço de resistência cultural para assegurar palcos alternativos para o mais pernambucano dos gêneros musicais. Para engajar a comunidade do Frevo a ocupar as redes sociais do Paço como um vértice de reverberação de artistas e brincantes, foi criada uma agenda virtual intensa e sistemática de ativações culturais as mais diversas, com atividades todos os dias da semana no Instagram do museu (@pacodofrevo).Às segundas, o conteúdo será dedicado ao público infantil, com a disponibilização de livros em PDF da Coleção Mestres e Mestras e atividades educativas. Toda terça, serão divulgados depoimentos em vídeo de personalidades sobre o frevo e posts com minibiografias de personalidades do frevo e artigos abertos do livro “Frevo, Memória e patrimônio”. As postagens das quartas-feiras serão dedicadas às dicas de conteúdos de frevo na internet, como partituras, shows, discos, playlists e filmes. Dia internacional do TBT, a quinta-feira será destinada às reminiscências do frevo, com a divulgação de conteúdos do acervo do Centro de Documentação Maestro Guerra Peixe. Especificamente nesta quinta (26), tem também live no perfil do museu. A partir das 16h, a publicitária e produtora cultural Taciana Enes e a coordenadora de Música do Paço do Frevo, Fernanda Pinheiro, conversarão sobre os desafios impostos aos artistas pela necessidade de isolamento.De sexta a domingo acontecerá, o #OcupaçoDigital, convidando artistas de várias gerações do frevo a compartilhar conteúdos com divulgação no perfil do Paço. Por ora, estão agendadas as participações de Maria Flor, Cesar Michiles, Junior Viegas, Spok e Flaira Ferro, nos próximos dias 27 de março, além de 3, 10, 17 e 24 de abril.O Museu de Arte Moderna Aloisio Magalhães (MAMAM) também está reforçando sua atuação nas redes sociais, militando arte como resposta ao isolamento e a muitas outras questões sociais contemporâneas. Em seu perfil no Instagram (@mamamrecife), o museu está partilhando informações sobre obras e artistas que compõem seu acervo permanente.Também estão programadas para os próximos dias postagens com sugestões de livros e informações sobre obras de arte que podem servir de bálsamo para a alma neste isolamento, com destaque para os artistas que integram a exposição “Completely Knocked Down – Recife Bremen Connection”, que estaria em cartaz no equipamento, promovendo a comunhão artística entre Alemanha e Recife, a partir das obras de Paulo Bruscky, Sílvio Hansen, Márcio Almeida, Christian Haake, Wolfgang Hainke, Tobias Heine, Maria do Carmo Nino, Francisco Valença Vaz e Rebekka Kronsteiner. “Quanto mais dura a realidade, maior a necessidade de usarmos a arte para elaborar, transcender e mudar os rumos da história. Se os museus precisaram fechar as portas, então vamos abrir janelas para a produção e para o consumo da arte”, defende a gestora do MAMAM, Mabel Medeiros.  Os dois museus geridos pela Prefeitura do Recife oferecem também ao público a única alternativa de visita possível a um equipamento de arte na atualidade. O Paço e o MAMAM, além de diversos equipamentos do mundo inteiro, têm seus acervos disponibilizados no Google Arts and Culture, galeria de arte online mantida pelo Google, que oferece tours a acervos de milhares de equipamentos de arte de vários países. Para passear sem sair de casa, basta acessar: https://artsandculture.google.comAté o Teatro Santa Isabel, já saudoso de seu público cativo, está investindo na interação digital. Lançou, na última segunda-feira, em seu perfil no Instagram (@teatrosesantaisabel), o #santaisabelchallenge, pedindo que os seguidores e frequentadores do teatro patrimônio postem fotos de momentos memoráreis vividos numa das mais antigas e bonitas casas de espetáculo do país. O Museu da Cidade (@museudacidadedorecife) é outro equipamento que vai reforçar sua presença na internet, usando o Instagram para contar passagens históricas da cidade.Pelo rádio – A Frei Caneca FM, emissora pública de rádio mantida pela Prefeitura do Recife, também está caprichando no conteúdo para embalar a quarentena. Com foco nos pequenos, foi criada a faixa “Quarenteninha”, com a reprise dos três programas que já fizeram parte da grade da emissora, selecionados através de editais.A programação, que estreou no último dia 18, combina contação de histórias com músicas e será transmitida de segunda a sexta-feira, das 9h às 11h, reprisando os programas Rádio Matraquinha, com Mariane Bigio e Cláudia Betini, Palavras No Ar, com Márcia Cruz e convidados, e Cantando e Brincando nas Ondas do Rádio, comandado por Tia Ilana e sua turma. 

Secretaria?: 
0
Secretária / Órgão: 
Categoria/Assunto: 
Carrossel?: 
0

Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *