Votação de indicação sobre base nacional curricular é novamente adiada

Pelo segundo dia consecutivo, foi adiada a votação de indicação ao Ministério da Educação (MEC) para “retirar expressões que contenham relação com a ideologia de gênero” da nova Base Nacional Comum Curricular, em análise no órgão federal. Autor da proposição, o deputado Pastor Cleiton Collins (PP) foi à tribuna defender a medida. Priscila Krause (DEM), que se opõe à iniciativa, pediu verificação de quórum, o que resultou na suspensão da votação. No momento, foi registrada a presença de 17 parlamentares.

 

Reunião Plenária - Dep. Pastor Cleiton Collins

ARGUMENTO – Autor da proposição, Pastor Cleiton Collins defendeu a medida. Foto: Jarbas Araújo

Na quarta (18), deputados contrários à proposta saíram do Plenário para obstruir a votação, após negativa de Cleiton Collins a pedidos para que retirasse a matéria da pauta de apreciação. Hoje, o progressista argumentou favoravelmente à indicação. “É um simples pedido ao ministro. Esse pensamento não é só meu, mas do País inteiro”, disse. “Desde 2014, o MEC tenta introduzir a obrigatoriedade de ensino de ‘ideologia de gênero’ na educação brasileira, mas, apoiados pelas famílias brasileiras, os parlamentares vetaram o gênero do Plano Nacional de Educação.”

Para o parlamentar, o documento proposto – que irá nortear currículos e propostas pedagógicas de escolas públicas e particulares – é inconstitucional. Collins denunciou trechos que contêm as expressões “experiências corporais”, “questões de gênero e de corpo” e “sexualidade”. “O número de crianças confusas sobre o próprio sexo está aumentando nos países que têm ensinado ‘ideologia de gênero’ nas escolas. Na Inglaterra, nos últimos 5 anos, a quantidade de crianças diagnosticadas com disforia de gênero aumentou em 1000%, de acordo com o jornal The Sun”, destacou.

Reunião Plenária - Dep. Priscila Krause

SOLICITAÇÃO – Priscila Krause, que se opõe à iniciativa, pediu verificação de quórum. Foto: Jarbas Araújo

Priscila Krause disse que os fragmentos destacados pelo deputado, quando lidos no contexto da base curricular, prezam por valores que devem ser protegidos. A democrata citou que o termo “experiências corporais” aparece como habilidade pretendida para as disciplinas de dança e artes visuais, enquanto “questões de gênero e de corpo” são citadas em atividades como teatro, música, educação física e lutas.

“Quanto à sexualidade, é preciso, sim, discuti-la. Sexualidade não é erotização, a erotização está na cabeça de quem lê”, continuou a democrata. “O que se pretende é estimular interações referenciadas na equidade, na justiça e no respeito, exatamente o que temos de promover. Não podemos mais aceitar que se diga, por exemplo, que minha filha não possa fazer judô porque é menina”, comentou. Com o adiamento, a proposição retorna à Ordem do Dia na próxima segunda (23).

Leia Mais





André Régis avalia portal Raio X da Educação

Portal Raio X da Educação criado pelo vereador André Régis (PSDB) desde o início do mandato na Câmara do Recife, tem, segundo ele, pautado as ações do gabinete. O trabalho da equipe se dá nas escolas através de entrevistas com professores, gestores das escolas e alunos, para coleta de dados que alimentam as informações.
André Régis avalia portal Raio X da Educação

“As informações servem para avaliar performance  de alunos e professores, avaliar o aprendizado, bem como as condições materiais das escolas”, disse o vereador. Ele argumenta que a equipe responsável pela pesquisa de campo, após o tratamento das informações, as coloca no site WWW.raioxdasescolas.com.brcom relatórios sobre cada escola pesquisada.

O vereador pontuou que pauta seus requerimentos, projetos de lei, solicitações ao gestor da cidade e a secretários de acordo com itens pesquisados e verificados no local. “Tenho, inclusive, disponibilizados esses conteúdos para a Promotoria. Assim quando o secretário recebe um pedido de informação sabe que está sendo acompanhado, tende a tomar providências de forma mais célere. Já houve substanciais mudanças em função dessa metodologia que estamos usando”.

Leia Mais



Governo de Pernambuco reforça educação e segurança de Arcoverde

Governador Paulo Câmara foi até o município do Sertão do Moxotó, nesta sexta-feira, para inaugurar nova sede da UPE, lançar edital de licitação para concurso e entregar viaturas ao 3º BPM 
 
 
ARCOVERDE – Em visita ao Sertão do Moxotó, nesta sexta-feira (20.10), o governador Paulo Câmara entregou à população um conjunto de ações estruturadoras que vão reforçar as áreas de educação e segurança local. No início do dia, o chefe do Executivo estadual inaugurou o Campus definitivo da Universidade de Pernambuco – UPE no município de Arcoverde.
O equipamento, que contou com um investimento de R$ 6,2 milhões, irá atender estudantes de 36 cidades pernambucanas e de outros sete municípios da Bahia, Sergipe, Alagoas, Piauí e Ceará. Na oportunidade, também foi lançado o edital de licitação para o concurso de 108 professores para a Universidade. Também foi realizada a entrega de viaturas ao 3º BPM para intensificar o policiamento em Arcoverde e região. 
 
“É muito bom poder vir a Arcoverde, conversar com a população e entregar obras importantes como a nova sede da UPE. Educação é uma das prioridades da nossa gestão, e nós fazemos questão de priorizar recursos para esta área tão importante.  Esse novo campus e a contratação de novos professores vão oferecer as condições ideais para que esses jovens tenham uma formação de qualidade e possam aplicar esse conhecimento na própria cidade, na própria região. Ao mesmo tempo, hoje, também tivemos a oportunidade de entregar novas viaturas que vão intensificar o policiamento nas ruas e contribuir para o combate à criminalidade no Sertão do Moxotó. Nós estamos determinados a vencer esse problema da segurança, e a população pode ter certeza que não descansaremos até que seja restabelecida a paz no nosso Estado”, garantiu Paulo Câmara. 
 
A nova sede da UPE foi instalada em uma área de 20 mil metros quadrados (m²), doada pela Prefeitura Municipal de Arcoverde, com uma área construída de 5.507,60 m². No espaço, os alunos poderão contar com 20 salas de aula, um laboratório de informática, quatro de odontologia, 12 consultórios odontológicos, uma sala de radiologia, outra de vídeo-conferência, nove salas administrativas e uma biblioteca. Para o Processo de Ingresso 2018 da UPE, serão oferecidas 40 vagas para o curso de Direito e outras 20 vagas para o curso de Odontologia, ambos com entrada para o 2º semestre de 2018. Do valor total investido na implantação do campus, R$ 5.413.583,71 foram advindos de recursos do Ministério da Educação e do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) e R$ 781.830,11 como contrapartida do Governo do Estado. 
 
O reitor da UPE, professor Pedro Falcão, ressaltou a importância dos atendimentos gratuitos oferecidos à população local. “Já iniciaremos os atendimento às pessoas carentes da região com os serviços ofertados pela clínica de odontologia e com o núcleo de práticas jurídicas, que também está fazendo atendimento através dos nossos estudantes e professores do curso de Direito. No curso de Odontologia, nós já estamos atendendo cerca de 66 pessoas por dia. A partir do próximo ano, nós começaremos a realizar também pequenas cirurgias bucais”, declarou. 
 
Para a secretária estadual de Ciência, Tecnolocia e Informação, Lúcia Melo, o progresso das universidades influenciam diretamente o ciclo econômico e no mercado de trabalho das regiões. “Uma universidade propicia condições efetivas de formação de pessoas em alto nível, gerando oportunidades para que esses jovens se desenvolvam como indivíduos, como profissionais e que possam desenvolver oportunidades de novos negócios nas suas regiões e cidades. Daí a importância fundamental da interiorização da universidade. Nós entendemos que isso é um fator que gera o progresso e cria as condições para o que o Estado de Pernambuco consiga, de uma maneira muito rápida, atingir e superar os desafios que nós estamos enfrentando hoje com os processos de transformações tecnológicas que vão impactar os empregos e as atividades econômicas fortemente”, enfatizou. 
 
Serão beneficiados com o novo prédio os municípios de Águas Belas, Alagoinha, Arcoverde, Araripina, Belo Jardim, Bom Jardim, Buique, Caetes, Calumbi, Calçado, Carnaíba, Caruaru, Custódia, Floresta, Garanhuns, Gravatá, Ibimirim, Itapetim, Moreilandia, Ouricuri, Pedra, Pesqueira, Petrolina, Recife, Sairé, Salgueiro, Santa Terezinha, São José do Belmonte, Serra Talhada, Sertânia, Tacaratu, Terezinha, Timbaúba, Tupanatinga, Venturosa e Vitória de Santo Antão; além de Abaré (Bahia), Juazeiro (Bahia), Aracaju (Sergipe), Araripina (Alagoas), Maceió (Alagoas), Picos (Piauí) e Quixadá (Ceará). 
 
CONCURSO – Na oportunidade, o governador anunciou ainda a abertura o processo licitatório para Concurso Público de Provas e Títulos para Docente (CPD) para o preenchimento de 108 vagas nas categorias de Professor Auxiliar, Professor Assistente e Professor Adjunto, do Quadro efetivo de Pessoal da UPE, para atuar nos cursos de Educação Superior em níveis de graduação e pós-graduação. 
  
SEGURANÇA – Reforçando o compromisso do Governo de Pernambuco com as ações do Plano de Segurança, o governador aproveitou a visita ao Sertão do Moxotó para realizar a entrega  de 26 novas viaturas ao 3° Batalhão da Polícia Militar, que passará a contar, agora, com um importante reforço para o combate à violência e ao crime organizado na região. Do total entregue, dois veículos são do modelo Amarok, sete do tipo Hilux 4×4, dois do modelo Gol e 15 veículos Spin. Além de Arcoverde, o 3º BPM abrange as cidades de Buíque, Custódia, Ibimirim, Itaíba, Manari, Pedra, Sertânia, Tupanatinga e Venturosa – municípios que foram a Área Integrada de Segurança 19 (AIS-19). 
  
QUADRA VIVA – Logo em seguida, o gestor estadual foi até a Escola Noé Nunes Ferraz, no bairro de Cohab II, para inaugurar oficialmente a quadra poliesportiva coberta da unidade. Com um aporte de R$ 494 mil, o equipamento possui uma área total de 772,40m², contemplando arquibancada, alambrado e equipamentos esportivos. Ao todo, 320 estudantes do Ensino Fundamental anos finais (6° ao 9° ano) serão beneficiados com o novo espaço de esporte e lazer. 
  
Ao agradecer o apoio que o Governo de Pernambuco tem prestado ao município e região, a prefeita Madalena Brito reconheceu que, mesmo em um momento de crise, o trabalho continua avançando nos municípios. “O governador Paulo Câmara, apesar de toda a crise que nós estamos atravessando no nosso País, está sempre procurando tirar lições das dificuldades e mostrar que o trabalho não pode parar. E isso ele está fazendo muito bem no nosso Estado. Pernambuco está crescendo, a educação avançou muito. E são entregas como essas que nós fizemos hoje que nos deixam muito animados a trabalhar ainda mais”, frisou.
 
Também acompanharam o governador os secretários Nilton Mota (Casa Civil), João Campos (Gabinete do Governo) e João Charamba  (Executivo Educação); os deputados  federais João Fernando Coutinho e Gonzaga Patriota; os deputados estaduais Claudiano Martins e Diogo Moraes; além dos prefeitos de São José do Egito, Evandro Valadares, são Caetano, Jadiel, Itapetim, Adelmo Moura, Brejinho, Tânia, Carnaíba, Anchieta Patriota, Iguaracy, Zeinha, Custódia, Manuca, e Sertânia, Ângelo Ferreira.
 
 
Foto: Hélia Scheppa/SEI
 

Gilberto Prazeres 
Gerente de Relações com a Imprensa 
imprensa.pe@imprensa.pe.gov.br 

Leia Mais



Representantes do TJPE recebem candidatos de concurso público da instituição

O presidente do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), desembargador Leopoldo Raposo; o diretor-geral da instituição, Ricardo Lins; o secretário de Gestão de Pessoas, Marcel Lima; e o chefe da Assistência Policial Militar e Civil, tenente-coronel Valfrido Curvêlo, participaram de reunião com quatro candidatos do concurso público para servidor do Judiciário estadual, que teve provas realizadas no último dia 15. O encontro aconteceu no Palácio da Justiça, no Recife, no fim da manhã desta sexta-feira (20/10).
Durante a conversa, os representantes do Tribunal receberam um abaixo-assinado, ouviram as manifestações e reivindicações dos candidatos e prestaram orientações a respeito de como agir para que as demandas possam ser apreciadas dentro do trâmite legal.
O TJPE reconhece a manifestação dos candidatos como legítima no sentido de ratificar a lisura do certame. O Tribunal de Justiça de Pernambuco reitera que não tolerará irregularidades de qualquer ordem no concurso, e, caso seja comprovada alguma, o TJPE tomará as medidas adequadas à situação.​

Leia Mais