Geraldo destaca recuperação de mais de 200 praças no Recife

Em ação em Casa Amarela, a Prefeitura do Recife entregou à comunidade a praça Joca Leal requalificada e o prefeito visitou áreas contempladas com o Mais Vida nos Morros no Alto Santa Isabel

 

Os moradores de Casa Amarela, na Zona Norte, receberam de volta um tradicional ponto de encontro da comunidade de cara nova. A Prefeitura do Recife requalificou a Praça Joca Leal e o prefeito Geraldo Julio fez a entrega do equipamento na manhã deste sábado (16). Com esse ato, a PCR ultrapassa a marca de 200 praças, parques e áreas verdes devolvidas à população requalificados na cidade desde 2013. Na visita, o prefeito também acompanhou as intervenções do programa Mais Vida nos Morros, que está pintando mais de 500 casas no Alto Santa Isabel e recuperando espaços públicos através do engajamento da população. Em um deles, a Prefeitura transformou um ponto de confinamento de lixo em um espaço de convivência que a comunidade batizou com o nome de Nelson Poeta.

Após a entrega da praça Joca Leal, o prefeito destacou a importância de envolver a comunidade nos cuidados dos equipamentos públicos. “Esses espaços públicos são áreas em que as pessoas podem se encontrar e essa praça é tradicional aqui no largo de Casa Amarela. Este é um ponto que as pessoas usam dia e noite, os comerciantes também utilizam. Por isso, a nossa preocupação em entregar o quiosque totalmente reconstruído; a quadra ganhou nova proteção. Está tudo recuperado”, afirmou o prefeito. Sobre o Mais Vida nos Morros, que já beneficiou 2.200 famílias no Recife, Geraldo grifou o papel da Prefeitura de mobilizar a sociedade junto com os parceiros da iniciativa privada. “A gente estimula, traz os parceiros com os materiais, mas a comunidade é que faz a construção. E aí é onde ocorre a grande transformação da cidade”, acrescentou.

Para quem mora na localidade, a recuperação da praça chegou no momento oportuno. Alessandra dos Santos desde pequena e viu a praça se deteriorar. Neste sábado, ela levou a filha Kauanny, 2 anos, para brincar no parquinho. “Está muito melhor agora, porque antes não tinha balanço e os outros brinquedos estavam quebrados. A organização também melhorou, porque a praça estava muito suja e precisava desses cuidados”, contou.  A praça Joca Leal fica no largo comercial de Casa Amarela e a Autarquia de Manutenção e Limpeza Urbana (Emlurb) fez uma série de serviços na área. Foram realizadas ações de conserto de brinquedos, manutenção da iluminação, poda, limpeza e pintura. O investimento foi de R$ 22,9 mil.

Além da entrega da praça, a rua Santa Izabel, um dos principais acessos ao Alto Santa Isabel, ganhou nova iluminação. Este mês, a Prefeitura do Recife instalou 33 pontos de luz em LED na via. Para o morador Wellington José da Silva Freitas, 54 anos, a mudança chegou em boa hora para dar mais segurança e tranquilidade para quem vive no local. “Essas luzes deram outra vida para a rua. Quando liga parece que ficou dia. E aqui tava precisando, porque agora a gente consegue ver tudo”, contou o morador.

MAIS VIDA NOS MORROS – As casas do Alto Santa Isabel já estão com um colorido diferente, com a passagem do programa Mais Vida nos Morros pela localidade. A previsão é que as intervenções sejam finalizadas em janeiro. O projeto no Alto Santa Isabel contempla a pintura de aproximadamente 500 casas a instalação de hortas comunitárias, parklets, áreas de convivência, minhocários para compostagem do lixo orgânico, eliminação de pontos de acúmulo de lixo, arte urbana, paisagismo e humanização das ruas, tudo por meio do engajamento da população no cuidado com o próprio bairro. A iniciativa também fomenta o desenvolvimento econômico local. Além da transformação urbana e ambiental, serão implantadas ações de empreendedorismo, economia criativa, inclusão produtiva e microcrédito orientado.

 

Fotos Andréa Rêgo Barros/PCR

Otávio Batista

Gerente Geral de Relações com a Imprensa

E-mail: imprensa@recife.pe.gov.br

 

Carlos Eduardo Santos

Chefe do Gabinete de Imprensa

E-mail: imprensa@recife.pe.gov.br

Leia Mais



Sertanejos participam de ato pró Marília no Recife

De Eduardo Silva Souza (Nino) – Iputinga/Recife

A confraternização da vereadora do Recife e pré-candidata ao Governo do Estado, Marília Arraes (PT), contou com as presenças de petistas da região do Pajeú. Destacadamente o prefeito de Serra Talhada, Luciano Duque, o ex-prefeito de São José do Egito, Romério Guimarães e o petista e candidato às últimas eleições em Afogados, Emídio Vasconcelos.

Duque, Vasconcelos e Guimarães no ato: sertanejos apoiam petista

O evento contou com a presença de lideranças sociais de entidades como CUT e FETAPE, a exemplo de Carlos Veras e Doriel Barros. O evento coincidiu com a data de aniversário de Miguel Arraes, não por acaso. O ex-governador foi bastante lembrado pela neta. Pode-se dizer foi mais um dos atos de afirmação da candidatura petista. Partidários expunham o adesivo “Tô com Marília”.

Chamou a atenção do Deputado Federal, Silvio Costa (Avante). Sílvio não escondeu a insatisfação com Armando Monteiro pelo alinhamento com os ministros e nome ligados a Temer, como FBC e Mendonça Filho. Ele convidou Marília para mudar de legenda, caso não tenha abrigo no PT. Ela voltou a defender candidatura própria da legenda.

Foi um dia importante para a petista. Também, ontem, sete correntes da juventude petista defenderam candidatura própria, tendo a vereadora como protogonista.

Sílvio Costa no ato ontem

Eles ressaltaram que o partido não pode andar de mãos dadas com lideranças que defenderam o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff.

“Em Pernambuco, os atores do golpe estão representados pelo PSB de Paulo Câmara, por Armando Monteiro, que apoiou no Congresso a agenda anti-povo de Temer, por Mendonça Filho, Bruno Araújo e Fernando Bezerra Coelho. Todos aliados ao Palácio do Campo das Princesas e protagonistas do golpe associado a projetos de retirada de direitos, do desmonte do estado e ataque à soberania popular”, destaca a nota da Juventude petista.

Publicado em Notícias por  em 16 de dezembro de 2017

Leia Mais



Cidade de Alagoinha volta a receber água nas torneiras após seis anos de colapso

Os 15 mil moradores da cidade de Alagoinha acordaram hoje (16) com uma boa notícia: água nas torneiras. Após seis anos em colapso, consequência da seca extrema na região, os técnicos da Compesa conseguiram concluir os testes do sistema, que viabilizaram o retorno do atendimento pela rede de distribuição. Foram quase 50 dias de trabalho intenso, que mobilizou um grupo grande de profissionais, com equipes trabalhando de domingo a domingo, inclusive nos feriados, com o objetivo de restabelecer o fornecimento de água da cidade, até então assistida por carros-pipa. “Cumprimos assim o compromisso assumido pelo governador Paulo Câmara com a população de voltar a distribuir água para Alagoinha”, afirma o presidente da Compesa, Roberto Tavares.

O centro de Alagoinha é a primeira área da cidade a receber água. Os técnicos vão acompanhar o processo de estabilização da rede de distribuição para elaborar e anunciar o calendário de abastecimento da cidade. Para viabilizar o atendimento de Alagoinha, a Compesa precisou realizar obras de recuperação da Estação de Tratamento de Água-ETA Pesqueira e recuperação da rede de distribuição. A companhia também aproveitou um trecho de 18 quilômetros da Adutora do Agreste para transportar água da Barragem de Ipaneminha, no município de Pesqueira para a cidade.” Como a ETA e as tubulações da rede de distribuição ficaram seis anos sem funcionar, em função do colapso da Barragem Ipaneminha, o retorno da operação foi um processo mais complexo”, explicou o presidente da Compesa. Segundo ele, foi necessário realizar os testes por etapas, realizando os ajustes operacionais em busca da vazão e pressão adequadas de cada trecho, até estabilizar todo sistema adutor.

Da Estação de Tratamento de Água-ETA-Pesqueira a água tratada segue até Alagoinha por um trecho novo da Adutora do Agreste, com cerca de 18 quilômetros de extensão, a partir da água armazenada na Barragem de Ipaneminha. O manancial ficou em colapso por seis anos consecutivos e voltou a acumular água no inverno deste ano.” Precisamos realizar várias obras para viabilizar a volta da operação do sistema, uma ação que exigiu muito trabalho e dedicação das nossas equipes técnicas e operacionais e um período longo de testes”, esclareceu o diretor do Interior da Compesa, Marconi de Azevedo.

O diretor da companhia pede ainda a compreensão da população pelos eventuais vazamentos e interrupções do sistema a partir de hoje. “Trata-se de um processo natural, quando da volta da operação de uma rede de abastecimento, cujas tubulações ficaram muito tempo sem uso”, explicou Marconi de Azevedo. Ele adianta que foi ampliado o número de equipes de manutenção e que os técnicos da companhia já estão mobilizados para corrigir as ocorrências até a regularização total das pressões e assim estabilizar a distribuição de água para toda a cidade.

Assessoria de Imprensa Compesa.

Leia Mais



SAIU NO JORNAL DO COMMERCIO

De Cláudio de Melo Silva – Olinda/PE

 

Foi publicado no Jornal do Commercio de hoje, sábado, dia 16/12, sob o título FESTA NATALINA, na coluna Voz do Leitor, a minha comparação entre as festas de antigamente, denominadas  “Manhãs de sol” e os bailes noturnos que são realizados atualmente nos clubes de bairros. Nessa matéria informo que o Clube da APSE em Candeias, ainda mantém a tradição desse tipo de festa diurna, como a nossa festa do natal que será realizada neste domingo a partir das 9 horas da manhã, com a primeira atração começando pontualmente às 10 com o concurso de danças de salão, animado pelo DJ Jurássico, executando músicas do tempo que a sua vovó era solteira. 

 

De Lucineide Melo – É por isso que nas festas da APSE comparecem até pessoas de outros Estados, como aquele alagoano que já se tornou um frequentador assíduo.

Leia Mais



Sesi/PE prorroga inscrições para 120 vagas em cursos gratuitos até 11 de janeiro

O Programa busca facilitar inserção profissional de jovens carentes no mercado de trabalho

 

O Serviço Social da Indústria de Pernambuco (Sesi/PE) prorrogou, até 11 de janeiro, as inscrições para o processo seletivo simplificado 2018 do programa Educação Básica articulada com a Educação Profissional (Ebep). A iniciativa, destinada aos filhos de trabalhador da indústria de baixa renda, possibilita que o estudante realize gratuitamente o Ensino Médio e um curso técnico para facilitar o início da vida profissional. Restam 118 vagas nas unidades do Vasco da Gama, Ibura, Cabo de Santo Agostinho e Araripina, em seis cursos técnicos, que serão ministrados pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial de Pernambuco (Senai/PE), parceiro do programa. Mais informações pelo telefone 0800.600.9606 ou no site www.pe.sesi.org.br.

Pessoas de baixa renda que trabalham em padarias, pastelarias, pizzarias e confeitarias, oficinas mecânicas, construção civil, seralharias, gráficas, fabricação de tijolos e telhas, móveis, bebidas, doces, biscoitos, massas e alimentos, marmorarias, confecção de roupas, calçados, bolsas e material de viagem, empresas que fabricam material de limpeza e gelo, gesso, cimento, adubos, plantação, corte e beneficiamento de cana-de-açúcar, empresas de refrigeração e climatização, instalação e manutenção de redes e telecomunicação e outras indústrias.

 

Onde estudar:

Local de Inscrição Qtd de Vagas Curso Técnico Disponível Escola do Ensino Médio Escola do Ensino Técnico
Região Metropolitana do Recife ​ ​ ​ ​ ​
SESI Ibura (Recife) ​ 14 Automação Industrial SESI Ibura ​ SENAI Areias ​
Eletrotécnica
SESI Vasco da Gama (Recife) ​ ​ 72 ​ ​ Automação Industrial SESI Vasco da Gama ​ ​ SENAI Santo Amaro ​ ​
Mecânica
Refrigeração e Climatização
SESI Cabo de Santo Agostinho ​ ​ 24 ​ ​ Eletromecânica SESI Cabo de Santo Agostinho ​ ​ ​SENAI Cabo de Santo Agostinho
Eletrotécnica
Logística
Sertão ​ ​ ​ ​ ​
SESI Araripina 08 Eletromecânica SESI Araripina SENAI Araripina
Total de vagas 118 ​ ​ ​

 

Rochélle Alves Jornalista  Sesi Pernambuco Assessoria de Imprensa –  www.pe.sesi.org.br

Leia Mais