PAULISTA COMEÇA A PAGAR REAJUSTE SALARIAL E RETROATIVO AOS PROFESSORES NO MÊS DE NOVEMBRO

Os professores da Rede de Ensino do Paulista começam a receber o reajuste salarial e o retroativo pelo período de negociação com o município a partir deste mês de novembro, quando será paga a folha de outubro. A medida vai beneficiar um contingente de dois mil servidores da categoria, incluindo aposentados e pensionistas. A novidade foi divulgada nesta quarta-feira (09.10) pelas secretarias de Administração e Educação da cidade. O Projeto de Lei que tratava do tema foi aprovado na audiência  Câmara Municipal.

A partir da próxima folha, a remuneração dos professores passa a contar com o acréscimo de 4.17% pactuado com os sindicatos da categoria mais o retroativo de igual valor, que será pago pelo município em oito parcelas, mês a mês. Isso significa que em novembro, Paulista vai liberar o salário atualizado e o retroativo de janeiro. Em dezembro, o adicional vai corresponder a fevereiro. Até a conclusão já em 2020.

“Esse foi um grande gesto que o prefeito Junior Matuto fez com os professores municipais. Apesar de toda crise financeira por qual atravessa os municípios, ele fez este esforço de repassar o valor à categoria por reconhecer a importância do servidor e da educação. Com esse reajuste, os dois mil trabalhadores da categoria passam a um patamar salarial diferenciado, chegando a receber 50% a mais do que educadores de municípios vizinhos”, argumento o secretário de Administração, Alessandro Correa.

Por determinação do prefeito Junior Matuto, as negociações para consolidar acordo quanto ao dissídio 2020 serão iniciadas ainda neste ano, com o intuito de que os professores quando retornarem do período de férias escolar, no início do calendário anual, já tenham definido previamente os avanços e conquistas.

O secretário de Educação, Carlos Junior, disse que o acordo com os profissionais da rede representa um avanço na valorização dos servidores. “O País continua atravessando uma das piores crises econômicas da história, o que impacta diretamente na situação financeira dos municípios. Apesar disso, Paulista continua investindo em educação, seja em ações e projetos na área ou na remuneração dos trabalhadores. Acredito que a definição do reajuste e do retroativo garanta, inclusive, um início do ano letivo de 2020 com mais tranquilidade pra todos, seja no lado financeiro, seja em relação a possíveis paralisações. Desta forma, todos ganham”, frisou.

Imprensa Paulista

Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Current ye@r *