PT teria usado R$ 1 milhão em dinheiro público para bancar movimento Lula Livre

Segundo documentos obtidos pela revista ISTOÉ comprovam que a mobilização, iniciada em abril do ano passado, teria usado valores do Fundo Partidário

O Partido dos Trabalhadores,  teria usado quase R$ 1 milhão do Fundo Partidário, para bancar o movimento Lula Livre desde abril do ano passado, segundo revista Istoé, que teve acesso a dados de gastos do partido. O dinheiro teria sido gasto com passagens aéreas, diárias em hotéis e alimentação para os petistas, incluindo a ex-presidente Dilma Rousseff, os senadores Gleisi Hoffmann e Lindbergh Farias, e o ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad.

O dinheiro teria custeado também locação de veículos, aluguel de salas para reuniões, segurança privada e o acampamento erguido pelos militantes em frente à sede da Polícia Federal em Curitiba. Só com passagens aéreas o partido teria gastado mais de R$ 200 mil, inclusive em pelo menos uma ocasião a do advogado de Lula, Cristiano Zanin.

Fonte: IstoÉ

Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Current ye@r *