REMÉDIO EM EXTINÇÃO NO LAFEPE?

De Cláudio de Melo Silva – Olinda/PE

O Laboratório Farmacêutico do Estado de Pernambuco Governador Miguel Arraes (LAFEPE) fabricava o remédio IMUNOPARVUM, mas agora não é mais encontrado em suas farmácias. Este remédio de fabricação exclusiva do LAFEPE combate a deficiência imunológica, através da suspensão injetável de células mortas de Propionibacterium acnes, bactéria que cresce num meio de cultura específico, favorecendo a produção de uma proteína que estimula as defesas do organismo, estando indicado em pacientes com amigdalites, faringites, erisipelas, piodermites e herpes simples, além de ser um excelente coadjuvante na cobaltoterapia e quimioterapia, em pacientes portadores de neoplasias malignas.

Portanto, é de extrema necessidade que o governo de Pernambuco conceda as condições necessárias para que o LAFEPE volte a produção desse medicamento em larga escala para que seja possível suprir as necessidades dos portadores das aludidas enfermidades, e que outrora curou um dos meus parentes de uma delas, quando nenhuma outra medicação teve ação efetiva.

As células quando fortalecidas destroem qualquer corpo estranho na corrente sanguínea que causa doenças. Se esse laboratório não tem mais as devidas condições para a fabricação do IMUNOPARVUM, que seja feita gestão junto ao governo federal para que a sua patente seja adquirida e compartilhada com outros laboratórios.

Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Current ye@r *