Representantes de UCIs debatem sobre controle interno do Estado

A Diretoria de Monitoramento, Avaliação e Controle da Secretaria da Controladoria-Geral do Estado (DMAC/SCGE) promoveu, ontem, dia 19, a 2a Reunião Técnica das Unidades de Controle Interno (UCIs) em 2019 – a primeira foi em fevereiro último. Cerca de 100 servidores públicos que atuam em órgãos do poder executivo estadual estiveram presentes ao encontro realizado no auditório da Controladoria, no bairro do Espinheiro, no Recife.

A programação foi aberta pela secretária da SCGE, Érika Lacet, que destacou a importância da atividade desenvolvida pelos participantes para a administração pública de Pernambuco. Na ocasião ela ressaltou, ainda, que a Controladoria trabalha no sentido de dar o suporte necessário ao adequado funcionamento das UCIs em cada órgão de Estado. Para tanto, a equipe da DMAC disponibiliza canais permanentes de comunicação e mantém um cronograma de visitas de monitoramento como forma de se manter mais próxima das unidades.

Na sequência, Edson Cedraz, da Deloitte Brasil, proferiu palestra sobre “A integração das três linhas de defesa como fator decisivo na governança, gestão de riscos e controles internos”. O debate teve como propósito fortalecer as linhas de defesa do controle interno do poder executivo estadual, formadas pelos gestores da administração direta e indireta; assessores especiais das UCIs; e servidores que atuam na SCGE (órgão central de controle interno).

Com base em recente pesquisa realizada pela Delloitte e o Instituto dos Auditores Internos (IAA) Brasil, Edson Cedraz destacou que promover capacitação está entre os principais desafios no trabalho desenvolvido pela UCI, juntamente com a falta de cultura sobre o papel do controle interno. Em sua explanação, falou, ainda, da importância de se manter atento aos riscos que possam causar impacto no cumprimento dos objetivos estabelecidos, no sentido de evitá-los.

Durante a reunião, também foi apresentado o case da UCI da Secretaria de Educação e Esportes (SEE), em atividade desde 2015. O modelo de trabalho apresentado pelo gerente de Controle Interno e Correição da SEE, João Paulo Advíncola, busca, permanentemente, manter parcerias com as unidades técnicas, a fim de garantir economicidade, eficiência e eficácia aos procedimentos operacionais e financeiros.

A reunião foi marcada, também, pela apresentação dos resultados das visitas e observações sobre o Plano Anual das Atividades de Controle Interno (PACI) e Relatório das Atividades de Controle Interno (RACI) desenvolvidos pela DMAC, com destaque para os 160 atendimentos feitos por meio dos diversos canais de comunicação disponibilizados pela Coordenadoria das Ações de Controles Internos (CCI).

“Com a reunião, nosso objetivo de sensibilizar ainda mais as unidades gestoras quanto à importância do controle interno foi alcançado. Os resultados obtidos mostram que estamos no caminho certo no sentido de fortalecer a atividade de controle interno da gestão pública estadual”, comemorou Elisângela Lôbo, diretora da DMAC.

Assessoria de Comunicação

Secretaria da Controladoria-Geral do Estado (SCGE)

Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Current ye@r *