Secretaria de Justiça e Prefeitura de Olinda ampliam parceria para a contratação de 60 ex-detentos

Os novos trabalhadores cumprem pena no regime aberto e vão integrar as equipes de limpeza urbana que realizam serviços nas praias, no sítio histórico e em secretarias e autarquias municipais

Nesta terça (10/12), Dia Internacional dos Direitos Humanos, o secretário de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico, e o prefeito de Olinda, Professor Lupércio, selaram a ampliação do convênio que concede frentes de trabalho para mais 60 reeducandos, egressos do sistema prisional. A assinatura do aditivo ocorreu no Palácio dos Governadores, sede da Prefeitura de Olinda. O objetivo é reinserir os apenados à sociedade através do trabalho.

Os novos trabalhadores cumprem pena no regime aberto e vão integrar as equipes de limpeza urbana que realizam serviços nas praias, no sítio histórico e em secretarias e autarquias municipais. Entre as principais atividades estão: capinação, varrição, limpeza de canais e paisagismo. O início dos trabalhos será segunda feira, 16/12. Atualmente, 159 ex-detentos já trabalham na cidade patrimônio através de convênio de empregabilidade.

O Patronato Penitenciário, órgão vinculado à SJDH, acompanha o trabalho dos reeducandos e oferece assistência jurídica e psicossocial. De acordo com Pedro Eurico, o trabalho é uma forte ferramenta no processo de ressocialização. “Estamos aqui para dar oportunidade de mudança a cada uma dessas pessoas que quer encontrar no trabalho uma vida nova”, acrescenta.

Pelos serviços, os apenados receberão a remuneração de um salário mínimo e ajuda de custo para alimentação e passagens. “Ninguém sofrerá qualquer tipo de preconceito. Todos aqui receberão o mesmo tratamento que qualquer outro servidor, com direitos e deveres”, explica o prefeito Professor Lupércio.

No momento da assinatura, também estiveram presentes os vice-prefeito de Olinda Márcio Botelho; e a secretária-executiva de Justiça e Promoção dos Direitos do Consumidor, Mariana Pontual; além do superintendente e do coordenador de Execuções Penais do Patronato Penitenciário; Josafá Reis e Adriano Amorim, respectivamente. 


Foto: Divulgação / SJDH

Imprensa Patronato Penitenciário PE

Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *